O Que Tomar Para Azia Na Gravidez

Antiácidos, que neutralizam o ácido do estômago (ácido gástrico), podem oferecer alívio da azia durante a gravidez 2,3. Contudo, eles somente devem ser tomados sob orientação médica. Antiácidos baseados em cálcio ou magnésio podem ser tomados por gestantes sob a orientação de um médico ou farmacêutico2.

Remédios caseiros para aliviar a azia durante a gravidez

Existem algumas opções de remédios naturais que podem ser úteis para aliviar os sintomas da azia durante a gravidez.

Alimentos recomendados para aliviar a azia durante a gravidez

A maçã e a pera são frutas que possuem propriedades benéficas para o estômago, ajudando a regular sua acidez. Isso pode ser especialmente útil quando se trata de aliviar os desconfortos e mal-estar causados pela azia. Portanto, é recomendado consumir essas frutas com casca assim que surgirem os primeiros sinais desse problema digestivo.

O Que Consumir Para Aliviar a Azia Durante a Gravidez

Quando se consome sorvetes, picolés de fruta, água de coco, água gelada, sucos ou frutas geladas durante a gravidez, é possível sentir alívio da azia e do desconforto causado pela sensação de queimação. Essa abordagem pode ser uma estratégia eficaz para amenizar os sintomas da azia na gestação.

Opções para aliviar a azia durante a gravidez

Ervas aromáticas, como manjericão, coentro e louro possuem propriedades antiespasmódicas que auxiliam na melhora da digestão e no combate à azia. Essas ervas podem ser utilizadas em diversos pratos, como ensopados, assados, saladas ou sopas.

Opções para aliviar a azia durante a gestação

O melão é uma fruta com propriedades alcalinas e contém uma quantidade significativa de magnésio, um mineral que auxilia na redução da acidez estomacal. Isso pode proporcionar alívio dos sintomas desagradáveis de azia e queimação. Recomenda-se consumir o suco de melão até duas vezes ao dia ou sempre que surgirem os incômodos mencionados.

5. Comer banana com mel

O mel é conhecido por conter enzimas que auxiliam na digestão, proporcionando alívio para a azia. Por sua vez, a banana possui flavonoides em boas quantidades, os quais protegem as paredes do estômago e esôfago, reduzindo os sintomas de queimação e azia. Dessa forma, consumir diariamente uma banana com uma colher de sopa de mel pode ser benéfico para melhorar a sensação de azia.

Dicas para aliviar a azia durante a gravidez

A batata possui compostos bioativos como a-chaconina e a-solanina, que possuem propriedades alcalinas. Esses compostos podem ajudar na neutralização dos ácidos estomacais, proporcionando alívio nos sintomas de azia. Aprenda agora como preparar um suco de batata em casa.

You might be interested:  Uso do Dicloridrato de Betaistina

Como aliviar a azia durante a gravidez?

Algumas dicas para uma alimentação saudável incluem:

– Consumir sorvetes de frutas naturais em vez dos industrializados, que costumam ser ricos em açúcares e gorduras adicionadas.

– Optar por sucos naturais feitos com frutas frescas, evitando os sucos industrializados que possuem conservantes e adição de açúcar.

– Evitar o hábito de mascar chicletes frequentemente, pois isso pode levar à ingestão excessiva de adoçantes artificiais.

– Priorizar alimentos a base de grãos integrais como arroz integral, pães integrais e massas integrais. Eles são mais nutritivos do que seus equivalentes refinados.

– Incluir bebidas fermentadas como o Yakult na dieta diária para promover a saúde intestinal através da presença probióticos benéficos ao organismo.

– Beber bastante água durante todo o dia é essencial para manter-se hidratado(a) e garantir o bom funcionamento do corpo.

1. Sorvetes naturais

2. Folhas de manjericão

3. Sucos naturais

4. Alimentos a base de grãos integrais

5. Bebidas fermentadas (como Yakult)

6. Água

Causas da Azia Durante a Gravidez

Durante a gravidez, é comum ocorrer azia devido às mudanças hormonais naturais nesse período. Além disso, o crescimento do bebê pode comprimir o estômago e fazer com que seu conteúdo retorne pelo esôfago, resultando nos sintomas característicos da azia.

Além disso, a azia durante a gestação pode ser causada pela alimentação. Por isso, é recomendado evitar alimentos gordurosos como frituras e refeições prontas ou congeladas. É importante também reduzir o tamanho das refeições e fazer de 4 a 6 pequenas refeições ao longo do dia. Mastigar bem os alimentos, não se deitar até 2 ou 3 horas após as refeições e evitar beber líquidos junto com as refeições também são medidas que podem ajudar a aliviar a azia na gravidez.

Em determinadas situações, o profissional da saúde pode indicar a utilização de remédios para auxiliar na digestão e no combate aos gases e à azia. É importante compreender melhor as causas da azia durante a gravidez e saber como lidar com esse desconforto.

You might be interested:  Dicas para Combater o Mau Hálito

Confira com a nossa especialista em nutrição algumas sugestões adicionais que podem auxiliar no alívio dos sintomas da azia.

Por favor, atente-se às orientações contidas neste e-mail para que possamos manter a comunicação e fornecer uma resposta adequada à sua pergunta.

Nós mantemos nossos conteúdos sempre atualizados com as informações científicas mais recentes, garantindo assim um alto nível de qualidade.

28 de dezembro, 2023 (Versão atual)

A data atual é o dia 28 de dezembro de 2023.

No estudo piloto realizado por Chrubasik e colaboradores em 2006, foi avaliada a eficácia e tolerabilidade do suco de batata em pacientes com dispepsia. O Conselho Federal de Farmácia publicou um guia de prática clínica sobre os sinais e sintomas da azia no trato gastrointestinal. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária disponibilizou o formulário de fitoterápicos da farmacopeia brasileira na segunda edição, enquanto Math et al., em 2013, destacaram as propriedades medicinais do mel no tratamento da esofagite de refluxo. Além disso, Kumar et al., em 2012, abordaram os usos tradicionais e medicinais das bananas.

Como aliviar a azia?

Existem várias opções de tratamento para aliviar a azia durante a gravidez. Uma alternativa é recorrer a remédios caseiros, que podem ser eficazes e seguros para o bebê. Por exemplo, o suco de batata crua tem propriedades alcalinas que ajudam a neutralizar o ácido estomacal, reduzindo assim os sintomas da azia. Outra opção é consumir sucos naturais feitos com couve e maçã, pois essas frutas possuem propriedades antiácidas.

Além disso, comer uma maçã ou pêra sem casca pode ajudar no alívio dos sintomas da azia na gravidez. Essas frutas contêm fibras solúveis que auxiliam na digestão e evitam o refluxo do ácido estomacal.

No entanto, em alguns casos mais graves de azia durante a gestação, pode ser necessário utilizar medicamentos específicos indicados pelo médico obstetra. É importante ressaltar que apenas um profissional qualificado poderá prescrever esses medicamentos levando em consideração os riscos e benefícios para mãe e bebê.

Outras medidas simples também podem contribuir para diminuir os episódios de azia na gravidez. Comer mais devagar permite ao organismo processar melhor os alimentos ingeridos, evitando assim o acúmulo excessivo de ácido no estômago. Beber água regularmente também ajuda na diluição do ácido gástrico.

Identificar quais alimentos desencadeiam ou pioram os sintomas da azia é fundamental para evitar desconfortos futuros. Alguns alimentos conhecidos por causar azia incluem alimentos gordurosos, frituras, chocolate, café e refrigerantes. Evitar o consumo desses alimentos ou reduzir sua ingestão pode ser uma estratégia eficaz para controlar a azia durante a gravidez.

You might be interested:  O Dia do Fico: Um Marco Histórico na Independência do Brasil

Melhorando a azia noturna durante a gravidez

Durante a gravidez, é comum sentir azia. Para aliviar esse desconforto, existem algumas medidas que podem ser adotadas. Uma delas é evitar deitar-se nas primeiras três horas após as refeições. Isso ajuda a evitar o refluxo do ácido estomacal para o esôfago, causando a sensação de queimação.

Além disso, é importante evitar usar roupas muito apertadas durante a gestação. Isso ocorre porque roupas justas podem aumentar a pressão intra-abdominal e contribuir para o surgimento da azia. Opte por peças mais confortáveis e folgadas, permitindo maior liberdade de movimento.

Outra dica útil é elevar a cabeceira da cama cerca de 15 a 20 cm ou utilizar almofadas extras para criar uma elevação equivalente ao dormir. Essa posição inclinada ajuda na prevenção do refluxo gástrico durante o sono, diminuindo os sintomas da azia.

É importante ressaltar que essas medidas são apenas paliativas e não substituem um acompanhamento médico adequado durante toda a gestação. Caso os sintomas persistam ou se tornem intensos demais, consulte seu obstetra para receber orientações específicas sobre como lidar com essa condição incômoda durante esse período tão especial da sua vida.

Azia intensa no final da gravidez

Durante a gravidez, é muito comum as mulheres experimentarem refluxo gastroesofágico, que se manifesta principalmente através da azia. A maioria das gestantes começa a sentir esses sintomas no final do primeiro trimestre e eles tendem a piorar ao longo da gravidez.

A azia na gravidez ocorre devido às alterações hormonais e físicas que acontecem no corpo da mulher durante esse período. O aumento dos níveis de progesterona relaxa os músculos do esfíncter esofágico inferior, o que permite que o ácido estomacal volte para o esôfago causando desconforto e sensação de queimação.

Para aliviar a azia na gravidez, existem algumas medidas simples que podem ser tomadas. É importante evitar alimentos gordurosos ou condimentados, bem como bebidas gaseificadas e cafeína. Fazer refeições menores e mais frequentes também pode ajudar. Além disso, alguns medicamentos seguros para uso durante a gestação podem ser indicados pelo médico para controlar os sintomas.

– Refluxo gastroesofágico é comum durante a gravidez;

– Azia é o sintoma mais comum desse refluxo;

– Alterações hormonais relaxam os músculos do esôfago causando desconforto;

– Evitar certos alimentos e fazer refeições menores pode ajudar;

– Medicamentos específicos podem ser prescritos pelo médico.