O Que É Fornicação Na Bíblia

No Novo Testamento significa qualquer prática sexual errada. Fornicação inclui adultério, lascívia, prostituição, homossexualidade, bestialidade, incesto e qualquer outra perversão sexual.

O Significado da Fornicação na Bíblia

O conceito de fornicação na Bíblia é bastante amplo, pois a palavra fornicação geralmente traduz o termo grego porneia. Esse termo abrange diversas formas de imoralidade sexual em seu significado.

Porneia é um termo que pode abranger várias práticas sexuais consideradas imorais, como adultério, fornicação, prostituição, relações homossexuais e pornografia. Também pode se referir a desejos ilícitos e relacionamentos incestuosos. No contexto bíblico, o sentido exato de porneia dependerá da passagem em questão.

Em certos trechos da Bíblia, a palavra “fornicação” (porneia) é usada como sinônimo de adultério (moicheia). Por isso, em Mateus 5:32 e 19:9, quando se fala da infidelidade conjugal por parte da esposa – que claramente constitui um adultério (moicheia) – ela é referida como fornicação (porneia). Dessa forma, o termo “fornicação” é utilizado para abranger a imoralidade em geral.

Em outros textos também é importante diferenciar o significado da palavra fornicação do adultério ou de qualquer outra forma de imoralidade após o casamento. Esses textos utilizam os termos gregos “porneia” e “moicheia”, que são traduzidos como fornicação e adultério, respectivamente (cf. Mateus 15:19; Marcos 7:21; João 8:3).

Isso sugere que nos textos mencionados, moicheia se refere especificamente ao envolvimento sexual de uma pessoa casada, enquanto porneia abrange todos os relacionamentos sexuais ilícitos fora do casamento. Portanto, podemos concluir que moicheia sempre é considerado porneia, mas nem todo caso de porneia é classificado como moicheia. Em outras palavras, adultério sempre é considerado fornicação, mas nem toda fornicação é caracterizada como adultério.

É perfeitamente aceitável utilizar o termo “fornicação” para se referir especificamente a qualquer relação sexual que ocorra antes do casamento. Dessa forma, é correto distinguir, de acordo com o contexto, entre adultério e fornicação.

A origem da prática sexual ilícita na Bíblia

Jesus explicou que a fornicação tem origem no coração das pessoas. Ele afirmou que os maus pensamentos, adultérios, furtos, avareza, maldades, engano, dissolução, inveja, blasfêmia, soberba e loucura são exemplos de males que surgem do interior e contaminam o ser humano (Marcos 7:21-23).

A advertência de Jesus evidencia claramente a natureza pecaminosa da fornicação. Esse tipo de transgressão distorce o propósito original e puro do sexo, criado por Deus, transformando-o em uma violação das leis morais estabelecidas pelo Senhor. A fornicação converte uma bênção em maldição.

Por isso, é fundamental que o verdadeiro cristão não aceite a prática da fornicação. Na realidade, todas as atividades relacionadas à fornicação são consideradas como obras terríveis da carne.

You might be interested:  A Origem do Universo: Desvendando os Segredos do Big Bang

O que é considerado fornicação?

Fornicação é quando duas pessoas têm relações sexuais sem estarem casadas. Essa palavra vem do latim “fornicis” ou “fornix”, que significa abóbada ou arco. Na Roma antiga, as prostitutas costumavam se exibir debaixo de um arco chamado fornice. Portanto, o termo fornicar passou a ser usado para descrever esse tipo de relação sexual fora do casamento.

Na Bíblia, a fornicação é considerada um pecado e é condenada como uma prática imoral. Acredita-se que o sexo deve ocorrer apenas dentro do contexto do matrimônio sagrado entre um homem e uma mulher. Qualquer relação sexual fora desse contexto é vista como uma transgressão dos princípios morais estabelecidos pela religião.

É importante ressaltar que cada cultura e religião tem suas próprias visões sobre a fornicação e o significado moral atribuído a ela pode variar. No entanto, na perspectiva bíblica, a fornicação é considerada uma violação dos princípios divinos relacionados à santidade da união matrimonial.

Fornicação tem perdão?

Sim, é uma ótima notícia que Deus perdoa a prática da fornicação! No entanto, muitas pessoas se questionam sobre como superar esse comportamento. A seguir, irei apresentar algumas dicas para vencer a fornicação.

É comum que todos nós ainda tenhamos uma natureza pecaminosa que nos leva a desagradar a Deus. Por essa razão, não importa quem somos, todos cometemos algum tipo de pecado. O apóstolo João nos alerta sobre o engano de afirmarmos que estamos livres do pecado, pois isso significa que estamos nos enganando e não temos a verdade em nós (1 João 1:8).

No entanto, isso não significa que devemos continuar praticando o pecado, seja a fornicação ou qualquer outra forma de pecado. João também afirma que “aquele que é nascido de Deus não peca; porque a semente de Deus permanece nele; e ele não pode continuar no pecado, porque é nascido de Deus” (1 João 3:9; cf. 1 João 2:4). Em outras palavras, João está explicando que o pecado é uma exceção na vida do verdadeiro cristão e não deve ser característico dele.

Assim, é necessário que aquele que cometeu o ato sexual fora do casamento se arrependa sinceramente, peça perdão a Deus e abandone essa prática errônea. João também nos lembra em suas palavras: “Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1:9).

Graças à obra redentora de Jesus Cristo e à presença do Espírito Santo em nós, somos capacitados a viver uma vida vitoriosa sobre o pecado, incluindo práticas como a fornicação. Sozinhos, não teríamos essa capacidade.

No contexto do casamento, o apóstolo Paulo oferece um conselho eficaz para evitar a prática sexual ilícita conhecida como fornicação. Ele enfatiza que cada pessoa deve ter seu próprio cônjuge, destacando assim a importância da fidelidade conjugal (1 Coríntios 7:2). Além disso, Paulo também condena a imoralidade sexual e nos lembra de que nosso corpo é o templo do Espírito Santo. Portanto, devemos usar nossos corpos de maneira adequada, em conformidade com os princípios divinos (1 Coríntios 6:19).

You might be interested:  Os Segredos do Sucesso de um Promotor de Vendas: Descubra o que faz a diferença!

A visão da Bíblia sobre a prática sexual fora do casamento

18 Evite a prática da fornicação. Todo pecado que um homem comete é externo ao seu corpo, mas aquele que se envolve em relações sexuais ilícitas peca contra o seu próprio corpo.

19 Ou vocês não sabem que o corpo de vocês é o templo do Espírito Santo, que habita em vocês e foi dado por Deus? Vocês não pertencem a si mesmos.

Lista:

– Fornicação

– Relações sexuais ilícitas

O Significado Figurado da Fornicação na Bíblia

Na Bíblia, a palavra “fornicação” também é usada de forma simbólica para se referir à idolatria. Quando os israelitas adoravam falsos deuses, isso era considerado pelo Senhor como uma infidelidade e prostituição espiritual (Jeremias 2:20-37; Ezequiel 16). O profeta Oseias denunciou explicitamente a fornicação/adultério do povo de Israel em seu ministério (Oseias 1-3).

A relação entre fornicação e idolatria é bastante pertinente, pois os rituais e cultos pagãos da antiguidade frequentemente incluíam práticas sexuais imorais. Os adoradores se envolviam em relações sexuais com sacerdotisas e prostitutas sagradas que serviam nos templos.

No Novo Testamento, encontramos uma continuidade dessa associação. O livro do Apocalipse estabelece uma ligação entre a fornicação e o adultério com aqueles que seguem falsas religiões e fazem parte de igrejas apóstatas (Apocalipse 17:1-2).

Diferença entre adultério e fornicação

As definições dos dicionários modernos de fornicação e adultério são bem simples, mas a Bíblia nos dá uma visão mais ampla sobre esses termos. Segue abaixo uma lista com as principais referências bíblicas relacionadas à fornicação:

1. 1 Coríntios 6:18 – “Fugi da prostituição. Todo pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.”

2. Hebreus 13:4 – “Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém aos fornicadores e adúlteros Deus os julgará.”

3. Gálatas 5:19-21 – “Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição…”

4. Efésios 5:3 – “Mas a impudicícia (fornicação) e toda sorte de impurezas ou cobiça nem sequer se nomeiem entre vós…”.

5. Colossenses 3:5-6 – “…impureza sexual (fornicação), paixão lasciva… Por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência.”

6. Mateus 15:19-20 – “Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios (fornicações)…”

7. Apocalipse 21:8 – “…e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos terá lugar no lago ardente de fogo…”

8. Levítico 18:20 – “Não te deitarás com a mulher do teu próximo, contaminando-te com ela.”

9. 1 Tessalonicenses 4:3-5 – “Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da fornicação…”.

10. Provérbios 6:32-33 – “O que adultera com uma mulher é falto de entendimento; aquele que faz isso destrói a sua alma.”

Essas passagens bíblicas mostram claramente o posicionamento da Bíblia em relação à fornicação e ao adultério, considerando-os como pecados graves aos olhos de Deus. É importante ressaltar que esses versículos são apenas alguns exemplos das diversas referências presentes na Bíblia sobre o assunto.

You might be interested:  Horário da partida do Vasco hoje

O significado da fornicação atualmente

A fornicação é considerada um dos pecados contra a castidade, juntamente com o adultério, pornografia, masturbação e prática homossexual. Ela se refere à realização do ato sexual entre um homem e uma mulher que não são casados entre si nem com outras pessoas. De acordo com a Bíblia, esse comportamento é considerado como transgressão ao sexto mandamento da Lei de Deus.

Na visão cristã, o casamento é visto como uma união sagrada entre um homem e uma mulher perante Deus. A relação sexual dentro desse contexto é vista como algo abençoado por Ele. No entanto, quando ocorre fora do matrimônio ou envolvendo parceiros que não estão comprometidos em um relacionamento conjugal legítimo, ela passa a ser considerada pecaminosa.

A fornicação vai além da simples questão moral ou religiosa; também pode ter consequências emocionais e físicas para as pessoas envolvidas. Relações sexuais fora do casamento podem levar a sentimentos de culpa, arrependimento e até mesmo danificar os relacionamentos interpessoais.

É importante ressaltar que cada pessoa tem sua própria crença religiosa e valores morais individuais. Portanto, as opiniões sobre a fornicação podem variar de acordo com diferentes tradições religiosas ou filosofias pessoais.

Em suma, na perspectiva bíblica cristã, a fornicação é entendida como o ato sexual realizado entre indivíduos que não são casados legalmente nem comprometidos em um relacionamento matrimonial legítimo aos olhos de Deus. É considerado pecaminoso porque viola os princípios estabelecidos pela fé cristã em relação à castidade e ao casamento.

Quando ocorre o ato de fornicação?

1. 1 Coríntios 6:18 – “Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.”

2. Hebreus 13:4 – “Venerado seja entre todos o matrimônio e a pureza do leito conjugal; pois aos devassos e adúlteros, Deus os julgará.”

3. Efésios 5:3 – “Mas a impudicícia e toda sorte de impurezas ou cobiça nem sequer se nomeiem entre vós, como convém a santos.”

4. Gálatas 5:19-21 – “Ora, as obras da carne são manifestas… fornicação…”

5. Colossenses 3:5-6 – “Mortificai, pois, os vossos membros terrenos… imoralidade sexual…”

6. Mateus 15:19-20 – “…fornicações…”

7. Romanos 13:13-14 – “…nem em dissoluções nem em contendas e inveja… Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo; não tenhais cuidado da carne em suas concupiscências.”

9. 1 Tessalonicenses 4:7-8 – “Porque Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santificação. Portanto, quem rejeita estas coisas não rejeita ao homem, mas sim a Deus.”

10. Apocalipse 21:8 – “Mas quanto aos medrosos… e aos fornicários…”

É importante ressaltar que essas passagens são apenas algumas das muitas referências bíblicas sobre fornicação. A interpretação desses versículos pode variar entre diferentes correntes religiosas e teólogos.