Tipos De Assaduras Em Bebê Fotos

Um serviço de agendamento de consultas por telefone, exclusivo para o Brasil, com tarifa de chamada local.

A dermatite em bebês, também chamada de assadura, ocorre quando a pele do bebê fica exposta por um longo período a substâncias irritantes, como urina, saliva ou certos tipos de cremes. Isso resulta em uma inflamação que causa vermelhidão na pele, descamação, coceira e dor.

A dermatite, embora não seja uma condição séria e possa ser curada com o tratamento adequado, é importante evitar. Isso ocorre porque a irritação da pele pode levar ao aparecimento de feridas que podem se infectar, principalmente em áreas como o bumbum.

É fundamental garantir que a pele do bebê esteja sempre limpa e seca, seguindo algumas orientações simples. Isso inclui trocar as fraldas assim que estiverem sujas, remover o excesso de baba do rosto e evitar o uso de cremes inadequados para a pele delicada do bebê. Além disso, existem outros cuidados importantes para prevenir o surgimento da dermatite da fralda.

Principais sinais de assaduras em bebês

Os sinais e sintomas característicos de uma dermatite são:

Existem alguns sinais comuns que podem indicar problemas na pele, como manchas vermelhas descamativas, pequenas bolinhas ou bolhas vermelhas coçando e um aumento no choro e irritação.

As mudanças na pele geralmente ocorrem em áreas onde há dobras de pele ou contato frequente com roupas, como o pescoço, a região íntima e os punhos.

Teste online de sintomas: Identifique seus sinais e descubra possíveis causas

Por favor, informe os sintomas que você está apresentando para determinar a probabilidade de ter dermatite.

Este teste tem como objetivo fornecer orientações, mas não deve ser considerado um diagnóstico médico. É importante ressaltar que a consulta com um dermatologista ou clínico geral é essencial para obter uma avaliação precisa e adequada ao seu caso específico.

You might be interested:  Quando Será o Próximo Jogo de Futebol da Seleção Brasileira?

Tipos de assaduras em bebês: Possíveis causas

Existem várias situações em que podemos estar expostos a substâncias que podem causar irritação na pele. Isso inclui o contato frequente com urina ou fezes, o uso de pomadas e cremes, perfumes, sabonetes, tecidos, bijuterias e até mesmo o contato frequente com a saliva. É importante ter cuidado ao lidar com essas substâncias para evitar qualquer reação indesejada na pele.

Quando há suspeita de dermatite, é essencial buscar orientação do pediatra, principalmente quando a causa não é conhecida.

Quando se preocupar com a irritação na pele do bebê?

Existem diferentes tipos de assaduras em bebês, e o tratamento varia de acordo com cada um. Alguns exemplos são as assaduras por fralda molhada ou suja, as causadas por alergias a produtos como sabonetes ou pomadas, e as provocadas pelo atrito da pele do bebê com a fralda. É importante cuidar da pele do bebê para prevenir essas irritações.

Geralmente, os sintomas das assaduras desaparecem depois de 3 a 4 dias com os cuidados adequados. Isso inclui trocar frequentemente as fraldas do bebê, limpar bem a região genital durante a troca e aplicar uma camada fina de pomada protetora antes de colocar uma nova fralda. No entanto, se mesmo após esse período os sintomas persistirem ou piorarem, é recomendado procurar o pediatra.

O médico especialista poderá avaliar melhor o tipo específico de assadura que o bebê está enfrentando e indicar um tratamento mais adequado. Em alguns casos mais graves ou persistentes, pode ser necessário utilizar medicamentos tópicos prescritos pelo profissional para ajudar na cicatrização da pele afetada. Portanto, é fundamental buscar orientação médica caso haja dúvidas sobre como tratar corretamente as assaduras em seu bebê.

Tratamento para Diferentes Tipos de Assaduras em Bebês

Na maioria dos casos, a dermatite de contato costuma desaparecer naturalmente em um período de 2 a 4 semanas. No entanto, é importante manter a área sempre limpa e seca para acelerar a recuperação, aliviar o desconforto do bebê e evitar o surgimento de feridas. A umidade pode piorar a irritação, portanto é recomendado utilizar um creme hidratante específico para bebês ou uma pomada com zinco na região afetada após o banho. Esses produtos ajudam a proteger a pele e facilitam o processo de cicatrização.

You might be interested:  Alergia nas Partes Íntimas do Bebê: Cuidados e Prevenção

Como tratar assaduras de bebê de forma rápida?

Quando trocamos a fralda do bebê, é importante usar uma pomada para assadura. Essas pomadas ajudam a pele a se curar e tratam as áreas afetadas. Devemos aplicar a pomada nos pontos onde a fralda entra em contato com o corpo do bebê, como nas coxas e no bumbum, além de também passar nos órgãos genitais.

Além disso, ao trocar a fralda, devemos fazer uma higiene íntima adequada no bebê. Para isso, podemos utilizar água morna e gaze ou uma fralda de algodão macia. É importante limpar bem todas as partes íntimas do bebê durante cada troca de fralda.

Seguindo esses cuidados simples durante as trocas de fraldas do seu bebê, você estará ajudando na prevenção e tratamento das assaduras. Lembre-se sempre de escolher produtos específicos para os cuidados da pele sensível dos pequenos e consultar um médico caso as assaduras persistam ou piorem mesmo com os cuidados adequados.

Como evitar a dermatite em bebês

Existem algumas medidas que podem ser tomadas para cuidar da pele sensível do bebê. É importante limpar o excesso de baba e trocar roupas molhadas regularmente. Além disso, é necessário trocar as fraldas sujas com urina ou fezes prontamente.

Outra dica útil é cortar as etiquetas das roupas, pois elas podem causar irritação na pele delicada do bebê. Opte por roupas feitas de algodão em vez de materiais sintéticos, pois eles são mais suaves e respiráveis.

Também é recomendado substituir acessórios de metal ou plástico por borracha para evitar qualquer desconforto na pele sensível do bebê. O uso de cremes com zinco na região íntima pode ajudar a prevenir a umidade indesejada.

Por fim, evite utilizar cremes e outros produtos que não sejam adequados para a pele do bebê, pois isso pode levar a reações alérgicas ou irritações cutâneas. Ao seguir essas orientações simples, você estará contribuindo para manter a saúde da pele do seu pequeno protegida e livre de problemas dermatológicos.

Se já for sabido que o bebê possui alergia a determinada substância, é essencial evitar seu contato com essa substância. Portanto, é recomendado verificar as etiquetas de roupas e brinquedos para garantir que tais materiais não estão presentes em sua composição.

You might be interested:  Como Abrir Conta na Caixa pelo Celular de Forma Prática e Segura

Mesmo que o bebê esteja sofrendo de dermatite, é possível realizar esses cuidados para auxiliar na cicatrização da pele e acelerar a recuperação.

Nós mantemos nossos conteúdos sempre atualizados com as informações científicas mais recentes, garantindo assim um alto padrão de qualidade.

26 de setembro de 2023 (Versão atual)

A data atual é 26 de setembro de 2023.

– Guzmán, R. Dermatologia. Atlas, diagnóstico e tratamento. 6ª edição. McGraw Hill, 2015.

– PONTIFICIA UNIVERSIDAD CATÓLICA DE CHILE. Diagnóstico e manejo da dermatite do bebê na APS (Atenção Primária à Saúde). Disponível em:. Acesso em 16 fev 2022.

– SÁEZ, M et al. Abordagem clínica e manejo integral da dermatite irritativa causada por fraldas descartáveis. Acta Pediatr Mex., vol.38, nº6; pág.427-432., 2017.

– POZO,T. Dermatite do bebê e distúrbios relacionados.Pediatria Integral., vol20,nº3; pág151-158,2016.

Identificando assadura ou alergia no bebê

As alergias são menos comuns do que as assaduras e geralmente apresentam sinais visíveis nas partes íntimas, bumbum e virilha, áreas normalmente cobertas pelas fraldas. Os sintomas mais frequentes incluem vermelhidão, coceira e brotoejas.

Tipos de Assaduras em Bebês:

1. Assadura de contato: ocorre quando a pele entra em contato direto com substâncias irritantes presentes na urina ou fezes do bebê, como amônia e enzimas digestivas. A umidade prolongada também pode contribuir para o surgimento dessa assadura.

2. Candidíase: é uma infecção causada pelo fungo Candida albicans, que se prolifera em ambientes quentes e úmidos. Essa assadura costuma ser acompanhada por lesões avermelhadas com bordas bem definidas.

3. Dermatite atópica: é uma condição crônica da pele caracterizada por inflamações recorrentes. Pode afetar diferentes partes do corpo do bebê, inclusive a região das fraldas.

4. Intertrigo: é uma irritação da pele causada pelo atrito constante entre as dobrinhas da pele do bebê, especialmente nas áreas onde há maior umidade (como axilas, pescoço e virilha).

5. Psoríase inversa: trata-se de uma doença autoimune que causa manchas vermelhas na pele dobrável do bebê (como axilas ou virilha) devido ao acúmulo excessivo de células mortas.

By Katy