Para que serve a aplicação de flúor?

A aplicação periódica do flúor, seja em crianças ou em adultos, ajuda a diminuir o risco de dentes cariados. A presença de íons de fluoreto aumentam a formação e precipitação de fluorapatita, cálcio e fosfato presentes na saliva, sobre a estrutura do dente.

Como é feita a aplicação de flúor?

Aplicação de Flúor l Atualizado em: 09/04/2020 l 2 min. A aplicação tópica de flúor (ATF) é um procedimento preventivo que tem como objetivo fortalecer os dentes que apresentam risco de, O flúor é importante na formação dos dentes, pois favorece a formação de cálcio e potássio.

Aplicação direta nos dentes, bochecho e na forma de gel ou espuma;Através de moldeiras ajustáveis, deixando o flúor em contato com a superfície dental num período de 2 a 4 minutos;O flúor também pode ser aplicado sob os dentes na forma de verniz. Essa forma de aplicação é mais recomendada para pacientes muito jovens que não toleram o uso de moldeiras.

Quem faz esse procedimento é o próprio dentista, dentro do consultório. Após a aplicação é necessário ficar pelo menos 30 minutos sem ingerir alimentos ou líquidos. Na aplicação de flúor feita no consultório, o dentista seca sua boca e aplica uma solução, espuma ou verniz. Alguns dentistas colocam um gel ou espuma dentro de uma moldeira que você utiliza por alguns minutos.

Quanto custa aplicação de flúor nos dentes?

Qual o preço de uma limpeza dentária? – Segundo a tabela de procedimento odontológicos, do CRO (Conselho Regional de Odontologia), esse procedimento pode custar por volta de R $200,00 mas pode chegar até a R $1.000,00. O valor varia conforme algumas variáveis: O quadro atual do paciente, as experiências, qualificações e especializações do profissional, o local onde o consultório está localizado.

Como o dentista aplica flúor?

Para realizá-la, o dentista utiliza uma espécie de gel dental com altas concentrações de flúor em sua composição. De modo geral, a aplicação desse gel é feita com o auxílio de uma escova, assim como fazemos em nossas casas com o creme dental.

Quanto tempo depois de aplicar flúor pode comer?

Em todos esses casos, como se trata de flúor concentrado, a substância deve ficar em contato com os dentes por, pelo menos, um minuto, e recomenda-se ficar de 30 minutos a 1 hora sem ingerir alimentos ou líquidos.

Qual a idade para aplicar flúor?

A aplicação de flúor deve começar a partir dos três anos de idade – Quando se trata da aplicação de flúor, é comum que muitos pacientes não saibam quando iniciar o tratamento. Nesse caso, a especialista aconselha: o uso do flúor dental pode começar a partir de crianças que saibam cuspir.

  • Como o gel possui uma alta concentração de flúor, ele não pode ser aplicado em crianças que ainda não tenham aprendido a cuspir devido ao risco de ingestão e, com isso, desenvolver a fluorose dentária”, conta a especialista.
  • Normalmente, isso ocorre por volta dos 3 ou 4 anos de idade, que é o período em que a criança começa adquirir mais coordenação.

A partir dessa faixa etária, a aplicação de flúor deve respeitar um intervalo mínimo de seis meses. No entanto, alguns fatores individuais que favorecem o desenvolvimento da cárie, como alimentação rica em açúcar, má higiene bucal e baixa ingestão de água, podem demandar um espaço menor entre as consultas para aplicação de flúor, podendo ser reduzido para três meses.

Pode beber água depois de aplicar flúor?

5. É possível se alimentar logo após a profilaxia? – Não. Quando há aplicação de flúor, deve-se deixar o produto atuando por mais tempo para que ele seja incorporado aos dentes. Portanto, o ideal é aguardar de uma a duas horas após a limpeza para ingerir líquidos ou consumir alimentos.

You might be interested:  Benefícios Da Sardinha

Quem pode aplicar o flúor?

Como é feita a aplicação de flúor nos dentes? A aplicação de flúor na boca é realizada pelo profissional dentista e pode ser feita de maneiras diferentes, desde o bochecho da substância até a colocação de verniz de flúor na arcada dentária. Também é possível fazer uso de moldeiras com gel fluorificado.

Porque o flúor previne a cárie?

Ingrid Cedraz Santos Os Fluoretos, forma iônica do elemento químico flúor, age reduzindo a prevalência da cárie e diminuindo a velocidade de progressão de novas lesões. Quando utilizado da maneira correta é seguro e eficaz na prevenção e controle da cárie dentária¹,² O flúor é considerado como um dos meios mais eficazes para o controle de cárie dentária, pois ele é capaz de interferir com a dinâmica do processo desta doença devido ao seu contato constante e direto na cavidade bucal com as estruturas dentais, reduzindo assim a desmineralização e ativando a remineralização das mesmas³.

Existem diversas formas de utilização do Fluoreto, tanto para prevenção quanto para promoção da saúde, que ocorre por meio de medidas de saúde pública coletivas e também individuais, tais como: água de abastecimento público, dentifrícios fluoretados, bochechos de NaF 0,05%, géis, materiais dentários liberadores de flúor, dentre outros¹.

A fluoretação das águas no Brasil se fundamenta na Lei 6050/1974, onde tornou obrigatória a adição de flúor à água de abastecimento público nas cidades que possuem estações de tratamento. Desde então, a fluoretação das águas de abastecimento público tornou-se o meio de uso coletivo do fluoreto na prevenção da cárie dentária³.

  • O seu mecanismo de ação é garantido com a passagem do fluoreto pela cavidade oral, ocorrendo a absorção do mesmo e retorno através da secreção salivar².
  • É importante salientar que não apenas o consumo direto da água fluoretada causa esse efeito, também os alimentos cozidos com essa água, trarão o mesmo benefício (4).

Importante entender que os dentifrícios fluoretados utilizam dois mecanismos para interferir nos processos de desmineralização e remineralização: a remoção de biofilme associada à exposição ao flúor, sendo indicada a sua concentração (adicionada aos dentifrícios) usualmente em torno de 1.100 a 1.500 ppm para garantir o seu efeito sobre a prevalência e gravidade da cárie¹.

Entretanto, simultaneamente à diminuição da prevalência da cárie, o uso do fluoreto pode estar associado ao aumento da prevalência da fluorose dentária, que é uma alteração permanente do esmalte devido à ingestão constante de flúor durante a formação das unidades dentárias³. A fluorose dentária se manifesta como mudanças visíveis de opacidade do esmalte devido a alterações no processo de mineralização dentária.

O grau dessas alterações depende diretamente da dose de flúor à que a criança está sujeita e do tempo de duração da dose¹. Segundo Cury (2010): “Maximizar os benefícios do fluoreto enquanto minimizando seus riscos é um desafio permanente daqueles comprometidos com saúde pública”.

  • Dessa forma, é de extrema importância que haja um equilíbrio entre os riscos e benefícios da utilização de fluoretos, considerando a sua importância na prevenção da cárie e o seu uso deve ser feito de maneira consciente e segura.
  • COLUNISTA: Ingrid Cedraz Santos – cirurgiã-dentista graduada pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública(EBMSP); Especialista em Saúde da Família pela FESF-SUS/FIOCRUZ.

E-mail: [email protected]. REFERÊNCIAS: 1 – BRASIL. Ministério da Saúde. Guia de recomendações para o uso de fluoretos no Brasil. Brasília: Ministério da Saúde, 2009.2 – MASSARA, M.L.A. et al. Manual de Referência para Procedimentos Clínicos em Odontopediatria.2ª edição.

Livraria Santos Editora, 2013.3 – CALDARELLI, P.G. Contribuição da água e dentifrício fluoretado na prevalência de cárie e fluorose dentária: uma abordagem baseada em evidências. J Health Sci Inst.2016;34(2):117-22.4- CURY, J.A.; TENUTA, L.M.A. Evidências para o uso de fluoretos em Odontologia. Odontologia Baseada em Evidências, São Paulo, v.2, n.4,p.1-18, jan.2010.

Disponível em: https://www.colgateprofissional.com.br/content/dam/cp-sites/oral-care/professional/pt -br/general/pdf/OBE4_Fluoretos.pdf

Pode fazer limpeza nos dentes com cárie?

Antes da limpeza: o exame – Antes de se submeter ao processo de profilaxia dental, seu dentista realizará um exame minucioso de sua boca para analisar melhor seus dentes e gengivas a procura de qualquer indicação de gengivite ou outra doença bucal que possar requerer mais atenção. Se houver cáries, por exemplo, ele irá recomendar o tratamento delas antes de iniciar a limpeza nos dentes.

Pode fazer limpeza nos dentes todo mês?

Com que frequência a limpeza deve ser realizada? A recomendação oficial é que ela seja realizada, em média, a cada seis meses.

Como o flúor protege os dentes?

Como o flúor fortalece os dentes? – Quando você usa rum produto contendo flúor, como creme dental, o flúor fica na sua saliva. Quando os dentes entram em contato com a saliva, o esmalte (a camada externa dos dentes) acaba absorvendo o flúor. Uma vez ali, o flúor se junta ao cálcio e ao fosfato naturalmente presentes no esmalte dos seus dentes para criar fluorapatita, um material resistente a cáries e que ajuda a preveni-las.

You might be interested:  Benefícios Do Chá De Alho

Pode escovar os dentes com flúor?

A aplicação de flúor deve ser feita somente pelo dentista? – A aplicação de flúor nos dentes não é feita somente por dentista. O paciente também pode utilizar produtos de higiene que contenham flúor de maneira consciente tanto na escovação e bochechos, quanto na alimentação, através de chás, água e nos alimentos que contêm flúor.

  • É importante que essas orientações sejam feitas por um dentista especialista para definir a quantidade necessária de acordo com a idade e o quadro do paciente em questão.
  • Escove os dentes após as refeições com escova macia e cremes dentais com flúor, não se esqueça do fio dental, principalmente, antes de dormir, pois ele chega em cantinhos onde a escova muitas vezes não chega”, adverte a dentista.

Fátima completa que pacientes com cáries recorrentes, respiração bucal, aftas e aqueles que apresentam sensibilidade dentinária devem ter cuidado redobrado : “É necessário que esses pacientes usem regularmente os bochechos com flúor, principalmente à noite antes de dormir, para que exista uma melhora em seu quadro”, comenta.

Como tirar o flúor do dente?

Tem como tirar fluorose do dente? – Não é possível tirar fluorose do dente com método caseiro, Por outro lado, você pode e deve prevenir o aparecimento dessas manchas, fazendo uma boa higiene bucal e contando com o dentista especialista para fazer procedimentos como aplicação de flúor, limpezas, raspagem no dente etc.

Como fica os dentes depois de uma limpeza?

E depois da limpeza? – A dor ou a sensibilidade podem aparecer após o tratamento, mesmo quando o(a) dentista faz os procedimentos da forma mais adequada e cuidadosa possível. Mais do que isso, a recuperação (e a dor) pode durar alguns dias, pois a gengiva pode ficar inchada ou até ter sangramento.

É normal o dente doer depois da limpeza?

É normal sentir sensibilidade no dente depois de fazer a restauração? – Sim, é normal sentir sensibilidade no dente depois de fazer restauração. Ou seja, a região tende a ficar mais sensível porque, vale repetir, essa é uma intervenção na sua boca. Por isso, o dente restaurado sensível pode ficar mais suscetível a alguns estímulos externos.

Um dos principais, aliás, é o estímulo térmico (aquela sensação semelhante a um “arrepio” nos dentes quando você bebe ou come alimentos gelados ou quentes). A questão, de fato, não é a temperatura em si, mas sua variação (quando a sua boca passa da temperatura ambiente para uma muito baixa, quando você toma um líquido bem gelado, por exemplo).

Mas existem outras causas para a sensibilidade nos dentes, como a pressão e a ingestão de açúcares. Portanto, fique tranquilo(a). O dente sensível após restauração é algo normal, e geralmente passa após alguns dias. E caso isso não aconteça após uma semana do procedimento, fale com o(a) dentista.

Quanto tempo dura uma limpeza nos dentes?

Quanto tempo dura uma limpeza dentária? – A duração de uma limpeza dentária completa gira em torno de 1 hora em casos menos graves. Esse número pode aumentar conforme a gravidade do problema e dificuldade do procedimento. Leia também: : Limpeza dentária: como e com qual frequência fazer? 5 dicas

Pode passar flúor em casa?

Quais são os diferentes tipos de tratamento com flúor? – Você pode receber tratamentos com flúor no consultório do seu dentista, ou você mesmo pode fazer o tratamento em sua casa. Se for ao consultório, trata-se de um procedimento simples e relativamente rápido.

  • Seu dentista ou higienista seca a sua boca, inclusive seus dentes, e aplica um gel ou uma espuma de flúor, “pintando” os seus dentes ou colocando uma moldeira que é usada por alguns minutos.
  • Você é instruído a não engolir durante o procedimento, o que geralmente é fácil de fazer.
  • O tratamento com flúor tem vários sabores e é extremamente tolerável.

Planeje o seu dia considerando isso para evitar ficar com muita fome enquanto espera o tempo necessário. Tratamentos caseiros com flúor para adultos, em sua maioria em gel, também estão disponíveis mediante prescrição, com base nas suas necessidades particulares, seu risco de cárie e o nível de flúor contido na água fornecida na sua região.

  • O tratamento mais comum é a indicação de cremes dentais com alto conteúdo de flúor, como o creme dental OrthoGard que pode ser aplicado nos dentes por meio da escovação.
  • O seu dentista pode recomendar esses tratamentos com base nas suas necessidades particulares e risco de cárie, e pode fornecer estatísticas específicas do tratamento que você receberá.

Ele tentará fazer com que o processo seja fácil de realizar em casa.

Porque não usar creme dental com flúor?

Creme dental sem flúor não é indicado para a escovação diária – Utilizar uma quantidade mínima de flúor por meio do creme dental, de acordo com a especialista, é imprescindível para a saúde bucal desde a infância. “A pasta sem flúor não é indicada em nenhum caso específico.

  • Muito flúor pode representar riscos à saúde, mas as quantidades contidas na pasta de dente são geralmente seguras, basta a pessoa usar o produto como aconselhado.
  • De acordo com a Associação Americana de Odontologia (ADA), o creme dental fluoretado em pequena quantidade é recomendado desde a erupção do primeiro dente”, destaca a profissional.
You might be interested:  Benefícios Do Suco De Acerola

Ainda de acordo com Associação Americana de Odontologia, é possível até mesmo que suplementos de flúor sejam prescritos para crianças de 6 meses a 16 anos que tenham alto risco de desenvolver cárie dentária. No entanto, esse tipo de cuidado só é indicado em casos muito específicos, pois é possível prover a quantidade certa de flúor através do uso de um creme dental apropriado.

Porque não usar pasta de dente com flúor?

Pasta de dente com flúor: quando ela deve ser usada? A pasta de dente com flúor oferece uma proteção extra aos dentes, reduzindo a incidência de cáries. Apesar dessa grande vantagem, o flúor pode não ser indicado para todas as pessoas e, quando usado em excesso, pode provocar manchas nos dentes devido à fluorose.

Para que serve o flúor depois da limpeza?

Placa bacteriana e tártaro – A placa bacteriana é constituída por bactérias e restos de alimentos e é a principal causa de cárie e gengivite, por isso, precisa ser eliminada. Por sua vez, o tártaro é a placa bacteriana que endurece na superfície dos dentes.

  1. Ambos serão tratados na limpeza no dentista com a aplicação do jato.
  2. Depois da aplicação, o dentista pode realizar outros tratamentos.
  3. Uma possibilidade é a raspagem que serve para retirar as placas que não foram removidas totalmente com os jatos de maneira mais manual.
  4. Além dos tratamentos complementares, o dentista pode usar produtos que também servem para remover manchas e trazer maior clareamento aos dentes.

Por fim, ao final da limpeza no dentista, é aplicado o flúor, uma substância que traz mais proteção para os dentes por um bom tempo. Dependendo dos tratamentos utilizados pelo dentista, o tempo de uma limpeza pode variar entre 30 a 60 minutos.

Como o flúor protege os dentes?

O que é flúor e como funciona? – O que é flúor? Se você acha que flúor é um aditivo químico sintético usado em diversos produtos de cuidados bucais, você não é o único. Na verdade, o flúor é um mineral encontrado naturalmente na crosta terrestre que está amplamente distribuído na natureza.

Alguns alimentos e abastecimentos de água também contêm flúor. O flúor é comumente adicionado ao abastecimento de água potável de comunidades onde a água não tem o nível necessário para ajudar a fortalecer os dentes e A eficácia do flúor no combate a cáries foi descoberta no anos 1930, quando pesquisadores constataram que crianças que haviam crescido bebendo água naturalmente fluoretada tinham menos cáries que pessoas vivendo em áreas sem água fluoretada.

Estudos realizados desde então têm mostrado repetidamente que quando o flúor é adicionado ao abastecimento de água de uma comunidade, a incidência de cárie diminui. A Associação Americana de Odontologia, a Organização Mundial da Saúde e a Associação Médica Americana e muitas outras organizações endossaram o uso de flúor no abastecimento de água devido aos seus efeitos na prevenção de cáries.

  1. Ele já foi até chamado de “o combatente de cáries da natureza” pela Associação Americana de Odontologia (ADA).
  2. Como o flúor funciona? O “como” por trás do flúor é um pouco mais técnico – lá vamos nós.
  3. O flúor atua durante os processos de desmineralização e remineralização que ocorrem na sua boca naturalmente.

O processo de desmineralização se inicia com as bactérias nas placas dos seus dentes. As bactérias se alimentam de açúcar e outros carboidratos na sua boca e produzem saliva ácida que enfraquece o esmalte dos dentes. O flúor ajuda a controlar e proteger contra os danos causados pelo processo de desmineralização, mantendo seus dentes resilientes aos seus efeitos negativos.

Para que serve o flúor após clareamento?

A aplicação de flúor é outra medida de proteção para a sensibilidade nos dentes. Esse elemento, ao ser combinado com o esmalte, torna o dente mais forte e mais resistente à desmineralização. A boa higienização também é indispensável.

O que a falta de flúor pode causar?

Larry E. Johnson, MD, PhD, University of Arkansas for Medical Sciences Revisado/Corrigido: dez 2021 A deficiência de flúor pode causar fraqueza nos dentes e ossos. A maior parte do flúor no organismo se encontra armazenada nos ossos e nos dentes. O flúor é necessário para a formação de ossos e dentes saudáveis. Direitos autorais © 2023 Merck & Co., Inc., Rahway, NJ, EUA e suas afiliadas. Todos os direitos reservados.