Para que é indicado o chá de funcho?

O funcho é utilizado na medicina popular no tratamento caseiro de problemas digestivos, estimulante das funções digestivas, para eliminar gases, combater cólicas e estimular a lactação. O funcho é uma planta medicinal e alimentícia conhecida desde a antiguidade.

É bom tomar chá de funcho à noite?

10 chás para dormir melhor – Chá de lavanda possui efeitos calmantes que ajudam a chegar a uma boa noite de sono — Foto: Istock Getty Images

  1. Frutas vermelhas ou roxas: auxiliam reduzindo o cortisol e no bom funcionamento do sistema nervoso central facilitando a abertura dos canais de GABA. Pode ser feito através de decocção,
  2. Chá branco e chá verde: possuem L-teanina, um aminoácido importante que age no cérebro e favorece o aumento dos níveis de GABA, dopamina e serotonina, neurotransmissores relacionados com o relaxamento. Mas cuidado para não exagerar! O chá branco e o chá verde também possuem cafeína em sua composição, e por isso podem ajudar mais se forem consumidos durante o dia, não à noite, Podem ser feitos através de infusão,
  3. Passiflora ou folha de maracujá: a passiflora tem na sua composição passiflorina, flavonoides, C-glicosídeos e alcaloides, com propriedades sedativa, calmante, sonífera e hipnótica, auxiliando na melhora e qualidade do sono. Pode ser feito através de infusão,
  4. Mulungu: ação sedativa, calmante, analgésica, anti-inflamatória e hipotensiva. Pode ser feito através de infusão,
  5. Camomila: auxilia na redução do estresse e ansiedade, aumentando as chances de relaxamento e, consequentemente, sono. Pode ser feito através de infusão,
  6. Erva cidreira ou melissa (Melissa officinalis): propriedade relaxante e calmante. Pode ser feito através de infusão,
  7. Lavanda: também possui efeitos calmantes, seu uso principal é através de óleo essencial, mas sua folha em infusão garante propriedade semelhante. Pode ser feito através de infusão,
  8. Erva doce (funcho): não possui efeito sonífero, mas é efetivo para reduzir dores de cabeça e estresse, podendo contribuir com a qualidade do sono. Pode ser feito através de infusão,
  9. Erva de São João: utilizado como antidepressivo natural e ansiolítico. Pode ser feito através de infusão,
  10. Centella asiática: ação calmante. Mas, por outro lado, tem também propriedades diuréticas; portanto, cuidado ao consumir próximo ao horário de dormir, seu efeito diurético pode acarretar em despertares noturnos para urinar, o que atrapalharia o sono. Pode ser feito através de infusão,

Observação da nutri: você também pode mesclar os chás para uma experiência mais saborosa e saudável.

Quais são as contra indicações do chá de funcho?

Quando não deve ser usado – O funcho é contraindicado durante a gravidez, pois pode aumentar as contrações do útero e causar abortos. Além disso, não deve ser consumido por pessoas com história de epilepsia e em crianças, a ingestão não deve ser feita por tempo prolongado.

A planta também pode causar reações alérgicas na pele. Além disso, deve-se evitar o uso do funcho em quem tem hiperestrogenismo e por mulheres com fluxo menstrual elevado. Já a tintura de funcho não deve ser usada por mulheres grávidas e que amamentam, por alcoolistas e diabéticos, pois contém álcool.

Assim como é contraindicado para pessoas com refluxo e deve ser consumido com cautela para quem não deseja / pode engravidar, pois a tintura de funcho pode diminuir o efeito de medicamentos anticoncepcionais. Antes de iniciar o uso do funcho, é fundamental realizar uma consulta com um médico ou outro profissional de saúde especializado no uso de plantas medicinais, para prevenir possíveis efeitos adversos com o uso da planta.99% dos leitores acham este conteúdo útil (1.489 avaliações nos últimos 12 meses) Esta informação foi útil? Obrigado pela sua mensagem.

  1. As suas sugestões são sempre bem vindas.
  2. Obrigado pela sua mensagem.
  3. Enviamos para você um email.
  4. Por favor, siga as instruções presentes nesse email para que possamos continuar em contato e responder à sua questão.
  5. Escrito por Karla Leal – Nutricionista.
  6. Atualizado por Marcela Lemos – Biomédica, em julho de 2023.

Revisão clínica por Manuel Reis – Enfermeiro, em julho de 2023.

  • CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Plantas Medicinais e Fitoterápicos,2019. Disponível em:, Acesso em 11 ago 2021
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE E ANVISA. Monografia da espécie Foeniculum vulgare Mill. (FUNCHO), Disponível em:, Acesso em 11 ago 2021
  • MACHADO, A, Solange. ANÁLISE FARMACOGNÓSTICA DAS PLANTAS MEDICINAIS Pimpinella anisum L. E Foeniculum vulgare, Mill., tese de conclusão de curso, 2020. Centro Universitário Uniguairaçá.
  • AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA – ANVISA. Formulário de fitoterápicos: farmacopéia brasileira 2ª edição,2021. Disponível em:, Acesso em 11 ago 2021

Pode tomar chá de funcho todos os dias?

O chá de funcho é uma das plantas medicinais mais antigas, versáteis e utilizadas no mundo, estando presente em fragrâncias, remédios e na culinária. Os efeitos positivos do chá de funcho no corpo são muitos, porém pode causar impactos negativos quando consumido em excesso. Conheça aqui os efeitos desse chá milenar.

Quem tem pressão alta pode tomar chá de funcho?

Controle da pressão alta: o funcho pode auxiliar no controle da pressão arterial, contribuindo para a saúde cardiovascular.

Qual é a diferença entre funcho e erva-doce?

Qual a diferença entre funcho e erva-doce? O funcho tem flores amarelas e folhas que parecem imitar a textura de uma renda. Já a erva-doce tem flores brancas e um formato que lembra o endro. O composto aromático anetol presente nas duas plantas é responsável pelo sabor e aroma de anis bem característico.

You might be interested:  Semente De Abóbora Benefícios

Qual é o melhor horário para tomar o chá de funcho?

4 – Ajuda a tratar insônia – Se você tem problemas para dormir depois de um longo dia, por causa da insônia, saiba que uma maneira de tranquilizar o seu corpo, passando a mensagem de relaxamento para o seu sistema nervoso é colocar funcho em qualquer bebida e tomar antes de deitar.

Quantas vezes posso tomar o chá de funcho por dia?

Chá de funcho: Colocar 1 colher de sementes de funcho (erva-doce) em uma xícara de água fervente, tampar e deixe amornar, durante 10 a 15 minutos, coar e beber a seguir. Tomar entre 2 a 3 vezes ao dia.

Quais os efeitos do funcho?

A base da haste é usada como legume, enquanto os frutos, vulgarmente chamados de sementes, têm sido empregados desde a mais remota antiguidade como chá medicamentoso nos casos de problemas digestivos, como estimulante das funções digestivas, para eliminar gases, combater cólicas, estimular a lactação (LORENZI, 2008).

Pode misturar funcho com hortelã?

O chá de hortelã é muito consumido por grande parte da população, mas ninguém sabe quais são seus reais benefícios. Quer saber quais são? Confira abaixo: Ajudar na má digestão e diminuir os enjoos são alguns dos benefícios do chá de hortelã, e este pode ser preparado usando duas espécies diferentes de hortelã, uma conhecida como hortelã comum ou Menta Spicata e outra conhecida como hortelã-pimenta ou Menta Piperita, que apresentam diferentes benefícios.

Enquanto a hortelã comum é geralmente utilizada para no tratamento de diversos problemas digestivos, como má digestão, náusea ou vômito, a hortelã-pimenta é conhecida por apresentar um cheiro e sabor refrescante e benefícios que ajudam a limpar os pulmões, sendo por isso ideal para usar em casos de gripe ou resfriado com tosse.

Benefícios do chá de hortelã comum • Ajuda na má digestão; • Acalma a náusea e o vômito; • Acalma os enjoos. Benefícios do chá de hortelã-pimenta • Auxilia no tratamento de gripes, resfriados comuns; • Ajuda no tratamento da tosse e dores de garganta; • Ajuda na digestão de alimentos gordurosos; • Acalma as dores e cólicas menstruais; • Acalma os enjoos; • Diminui a produção de gases; • Ajuda em casos de vesícula preguiçosa; • Elimina o mau hálito.

  • O chá de hortelã é a forma mais comum para utilização da planta, e este pode ser preparado usando apenas hortelã comum ou hortelã pimenta, ou usando uma mistura de diferentes plantas medicinais, com diferentes benefícios.
  • A hortelã pode ser utilizada em outras formas além do chá, como cápsulas com óleo ou extrato seco da planta ou na forma de óleos essenciais para a pele.

Receitas com chá de hortelã Os chás podem ser preparados usando os dois tipos de hortelã, de acordo com os benefícios pretendidos.1. Chás de hortelã comum Chá para a má digestão, náusea ou vômito: O chá de folhas de folhas de hortelã pode ser usado para ajudar na digestão, para reduzir a náusea e o vômito e para acalmar o intestino.

  • Ingredientes: 2 a 3 colheres de folhas frescas, secas ou trituradas de hortelã.
  • Modo de preparo: Numa xícara adicionar 2 a 3 colheres de hortelã e adicionar 150 ml de água fervente.
  • Tapar e deixar repousar durante 10 minutos.
  • Este chá deve ser bebido 3 a 4 vezes por dia, e de preferência após ou entre as refeições.

Chá para a febre: O chá de folhas de hortelã, quando combinado com ulmária ou rainha-dos-prados e com laranja-amarga, origina uma mistura que pode ser usada no tratamento da febre, pois promove o aumento do suor. Ingredientes para a mistura: 15 g de folhas de hortelã + 70 g de flores de tília + 10 g de rainha-dos-prados + 5 g de laranja amarga Modo de preparo: Numa xícara de chá adicionar 1 colher de sopa da mistura de plantas e adicionar 150 ml de água fervente.

  • Deixar repousar durante 10 minutos e coar.
  • Este chá deve ser bebido várias vezes por dia, e de preferência sempre antes de deitar para ajudar a suar.
  • Chá para o estômago: O chá de folhas de hortelã comum, quando combinado com raiz de alcaçuz esmagada e flores de camomila, origina uma mistura que pode ser usada no tratamento de inflamações no estômago como gastrite, ou em casos de úlcera gástrica.

Ingredientes para a mistura: 1 colher de chá de folhas de hortelã frescas ou secas + 1 colher de chá de raiz de alcaçuz esmagada + meia colher de chá de flores de camomila. Modo de preparo: Juntar as respectivas quantidades de cada planta numa xícara de chá e adicionar 150 ml de água fervente.

Deixar repousar durante 5 a 10 minutos e coar. Este chá deve ser bebido 3 a 4 vezes por dia, para ajudar a acalmar o estômago. Veja mais sobre propriedades desta planta em Hortelã.2. Chás de hortelã pimenta Chá para dores menstruais, enjoos, digestão difícil e gases: O chá de folhas secas de hortelã pimenta, pode ser usado no alivio das dores menstruais, enjoos, digestão difícil de alimentos gordurosos e para diminuir a produção de gases.

Este chá pode ser prepara usando folhas secas, trituradas ou frescas de hortelã pimenta. Ingredientes: 2 colheres de chá de folhas secas inteiras ou trituradas de hortelã pimenta ou 2 a 3 folhas frescas. Modo de preparo: Colocar as folhas de hortelã pimenta numa xícara de chá e encher com água fervente.

  1. Deixar a infusão repousar durante 5 a 7 minutos e coar.
  2. Este chá deve ser bebido 3 a 4 vezes por dia e de preferência após as refeições.
  3. Chá para dores de estômago e espasmos: O chá de hortelã pimenta quando combinado com sementes secas de funcho ou erva-doce e folhas de melissa, pode ser usado para o alivio das dores de estômago e dos espasmos.

Ingredientes para a mistura: 2 colheres de chá de folhas secas de hortelã pimenta + 2 colheres de chá de sementes de funcho ou erva-doce + 2 colheres de chá de folha de melissa. Modo de preparo: colocar 1 colher de sopa da mistura anterior numa xícara de chá e encher com água fervente.

Quem tem gastrite pode tomar chá de funcho?

Má digestão, náuseas e vômito: chá de funcho pode ser um santo remédio! Foeniculum vulgare é uma planta popularmente conhecida como funcho, membro da família Apiaceae. Essa erva é perene, vertical e ramificada, com folhagem semelhante à um cabelo e que cresce até 40 cm de comprimento. Suas flores são douradas e brilhantes, enquanto suas sementes são amarelo-esverdeadas.

You might be interested:  O Que É Digitalizar Um Documento

Essa planta é uma das maiores fontes vegetais de potássio, sódio, fósforo e cálcio e tem sido amplamente utilizada na medicina tradicional para diversas doenças, como por exemplo dores abdominais, artrite, cólica, conjuntivite, constipação, gastrite, insônia e flatulência, dependo da parte e do tipo de preparação.

Para má digestão, náuseas e vômitos, o chá de funcho pode ser considerado um santo remédio. Chá de funcho e sintomas gastrointestinais. A dificuldade de digestão está associada à diminuição ou ineficiência de enzimas digestivas, causando desconforto para o indivíduo.

  1. O chá de funcho é uma alternativa para melhorar a secreção dessas enzimas, podendo ser consumido antes da refeição para melhorar a digestão e diminuir a quantidade de gases formados.
  2. Além disso, essa planta possui enetol na sua composição, o que auxilia na absorção dos nutrientes e diminui a inflamação no trato gastrointestinal.

Além de conter enetol, o funcho também possui estragol e alcânfora, o que o torna um importante antiinflamatório, antiespasmódico e antiemético. Ou seja, essa planta é utilizada para tratar náuseas e vômitos, além de cólicas e gases, sendo assim fundamental para o processo de digestão, para os sintomas de TPM, indivíduos com refluxo, intoxicação alimentar e até mesmo em dias de famosa ressaca.

Contraindicação Não é recomendado para gestantes. Como fazer chá de funcho Ingredientes 200 ml de água fervente 1 colher de chá de sementes de funcho ou 5g de folhas verdes de funcho.

Modo de preparo : Misture o funcho na água, misture e deixe descansar por 10 minutos. Coe e tome de 1 a 2 vezes ao dia. Saiba mais sobre plantas medicinais com o meu Guia! Referências: BADGUJAR, Shamkant B. et al, Foeniculum vulgareMill: a review of its botany, phytochemistry, pharmacology, contemporary application, and toxicology.

  1. Biomed Research International,, v.2014, p.1-32, 2014.
  2. Hindawi Limited.
  3. MAHBOUBI, Mohaddese et al,
  4. Foeniculum vulgareas Valuable Plant in Management of Women’s Health.
  5. Journal Of Menopausal Medicine,, v.25, n.1, p.1, 2019.
  6. The Korean Society of Menopause.
  7. SAYAH, Karima et al,
  8. Comparative Study of Leaf and Rootstock Aqueous Extracts of Foeniculum vulgare on Chemical Profile and In Vitro Antioxidant and Antihyperglycemic Activities.

Advances In Pharmacological And Pharmaceutical Sciences,, v.2020, p.1-9, 1 set.2020. Hindawi Limited. : Má digestão, náuseas e vômito: chá de funcho pode ser um santo remédio!

Para que serve o chá de funcho e erva doce?

Chá de erva-doce ameniza cólicas e alivia tosse; saiba tudo sobre a bebida Não é à toa que a erva-doce ( Pimpinella anisum ) é popularmente consumida como chá depois das refeições. Essa planta, que tem os mesmos princípios ativos do anis e do funcho, realmente apresenta benefícios comprovados para promover melhor digestão e aliviar problemas gastrointestinais.

Quais são os chás para emagrecer?

O chá verde é uma boa opção. Bebida natural, com uma série de benefícios para o organismo humano. Um deles, talvez o mais famoso de todos, é a sua capacidade de auxiliar a queima de gordura corporal.

Como se usa o funcho?

Funcho à mesa: 6 ideias – O funcho não é difícil de obter, já que é comum pela Europa, inclusive nas encostas da baía do Funchal. Existem dezenas de receitas em diferentes países que têm esta planta como ingrediente. Para experimentar, aqui ficam algumas dicas: 01 O bolbo, cortado em rodelas, fica ótimo em assados ou grelhados, 03 Os caules verdes, cortados em pequenos cubos e misturados com outros legumes, resultam numa boa sopa ou pode optar ainda por um creme de legumes, O que lhe parece uma vichyssoise, em que alho francês e funcho partilham o protagonismo? 02 As sementes fazem o chá de funcho, além de perfumarem doces e bolos. Apetecem-lhe umas broas de mel, canela e funcho? Aqui fica a receita: 100 ml de azeite 100 ml de mel 3 ovos 150 gr de açúcar 500 gr de farinha 1 colher de sopa de canela 1 colher de chá de fermento 1 colher de chá de sementes de funcho Passas e nozes a gosto Junte o azeite ao mel e aqueça-os.

Bata dois ovos, junte-os ao açúcar e misture-os com a batedeira. Vá adicionando o azeite e mel aquecidos, assim como farinha, o fermento, a canela e as sementes de funcho. Quando estiver tudo bem misturado e consistente, junte as passas e nozes partidas, envolvendo-as. Molde a massa em pequenas esferas semi-achatadas, coloque-as num tabuleiro untado com margarida e polvilhado com farinha.

Pincele com um ovo batido antes de colocar no forno.04 Das folhas e sementes do funcho pode ainda fazer licor. A receita é muito simples: 200 gr de folhagem de funcho 4 colheres de chá de sementes de funcho 1 kg de açúcar, 1 l de água 1 l de álcool. Mistura-se tudo menos o álcool numa panela e deixa-se ferver em lume brando durante 10 minutos.

Depois de arrefecer, é só juntar o álcool, misturar bem, filtrar e engarrafar.05 O bolbo, caules e folhas podem comer- se crus e são ingredientes ideais para saladas. Que tal uma salada fresca de rúcula e funcho, marinados em limão, regados com azeite e polvilhados com requeijão esfarelado? Ou, em alternativa, uma simples salada de funcho e laranja? 06 O bolbo e folhas do funcho picados são excelentes ingredientes para molhos, massas e risotos.

Experimente um risoto de funcho e camarão. Bom apetite!

Quais são os benefícios da espinheira-santa?

A espinheira-santa é uma planta medicinal brasileira, amplamente utilizada na medicina popular no tratamento de gastrite e indigestão. Utilizada há séculos pelos índios no Brasil, Peru, Argentina e Paraguai especialmente no tratamento de úlcera, indigestão, gastrites, dores de barriga e cicatrizante.

Para que serve chá de funcho com leite?

Blend de ervas do Chá Mami Tea e seus benefícios – O Chá Mami Tea da Verdi Natural é um blend de melissa, funcho, capim-cidreira e estévia com erva-doce. A melissa tem efeito calmante, alivia dores de cabeça, ajuda a melhorar a digestão e perturbações gástricas e também auxilia na desintoxicação do corpo.

  • O funcho por sua vez é um anti-inflamatório natural, é purificante e também ajuda a melhorar a má digestão, vômitos, enjoos, flatulência e cólicas intestinais.
  • E claro, como já falamos, é um estimulante para a produção de leite materno.
  • O capim-cidreira é calmante, revigorante e também uma erva galactagoga (estimulante lácteo).
You might be interested:  Aplicação De Enzimas Quanto Tempo Para Fazer Efeito

Auxilia na melhora de problemas do estômago e pressão alta. A estévia auxilia na redução de absorção de açúcar durante o processo de digestão. Além de ser um leve calmante, desintoxica o organismo e diminui a ansiedade. A folha é rica em potássio, magnésio e cálcio.

Quais são os benefícios da erva-doce?

Benefícios medicinais da erva – doce As propriedades analgésicas e anti inflamatórias, alcalinizantes, e o ácido málico, presentes na erva – doce, ajudam a controlar resfriados, distúrbios da menopausa, inflamações, gases e problemas diuréticos. Além de melhorar a digestão.

Como devo tomar chá de funcho?

Chá de funcho: Colocar 1 colher de sementes de funcho (erva-doce) em uma xícara de água fervente, tampar e deixe amornar, durante 10 a 15 minutos, coar e beber a seguir. Tomar entre 2 a 3 vezes ao dia.

Para que serve o chá de funcho e erva-doce?

Chá de erva-doce ameniza cólicas e alivia tosse; saiba tudo sobre a bebida Não é à toa que a erva-doce ( Pimpinella anisum ) é popularmente consumida como chá depois das refeições. Essa planta, que tem os mesmos princípios ativos do anis e do funcho, realmente apresenta benefícios comprovados para promover melhor digestão e aliviar problemas gastrointestinais.

Pode misturar funcho com hortelã?

O chá de hortelã é muito consumido por grande parte da população, mas ninguém sabe quais são seus reais benefícios. Quer saber quais são? Confira abaixo: Ajudar na má digestão e diminuir os enjoos são alguns dos benefícios do chá de hortelã, e este pode ser preparado usando duas espécies diferentes de hortelã, uma conhecida como hortelã comum ou Menta Spicata e outra conhecida como hortelã-pimenta ou Menta Piperita, que apresentam diferentes benefícios.

Enquanto a hortelã comum é geralmente utilizada para no tratamento de diversos problemas digestivos, como má digestão, náusea ou vômito, a hortelã-pimenta é conhecida por apresentar um cheiro e sabor refrescante e benefícios que ajudam a limpar os pulmões, sendo por isso ideal para usar em casos de gripe ou resfriado com tosse.

Benefícios do chá de hortelã comum • Ajuda na má digestão; • Acalma a náusea e o vômito; • Acalma os enjoos. Benefícios do chá de hortelã-pimenta • Auxilia no tratamento de gripes, resfriados comuns; • Ajuda no tratamento da tosse e dores de garganta; • Ajuda na digestão de alimentos gordurosos; • Acalma as dores e cólicas menstruais; • Acalma os enjoos; • Diminui a produção de gases; • Ajuda em casos de vesícula preguiçosa; • Elimina o mau hálito.

O chá de hortelã é a forma mais comum para utilização da planta, e este pode ser preparado usando apenas hortelã comum ou hortelã pimenta, ou usando uma mistura de diferentes plantas medicinais, com diferentes benefícios. A hortelã pode ser utilizada em outras formas além do chá, como cápsulas com óleo ou extrato seco da planta ou na forma de óleos essenciais para a pele.

Receitas com chá de hortelã Os chás podem ser preparados usando os dois tipos de hortelã, de acordo com os benefícios pretendidos.1. Chás de hortelã comum Chá para a má digestão, náusea ou vômito: O chá de folhas de folhas de hortelã pode ser usado para ajudar na digestão, para reduzir a náusea e o vômito e para acalmar o intestino.

  • Ingredientes: 2 a 3 colheres de folhas frescas, secas ou trituradas de hortelã.
  • Modo de preparo: Numa xícara adicionar 2 a 3 colheres de hortelã e adicionar 150 ml de água fervente.
  • Tapar e deixar repousar durante 10 minutos.
  • Este chá deve ser bebido 3 a 4 vezes por dia, e de preferência após ou entre as refeições.

Chá para a febre: O chá de folhas de hortelã, quando combinado com ulmária ou rainha-dos-prados e com laranja-amarga, origina uma mistura que pode ser usada no tratamento da febre, pois promove o aumento do suor. Ingredientes para a mistura: 15 g de folhas de hortelã + 70 g de flores de tília + 10 g de rainha-dos-prados + 5 g de laranja amarga Modo de preparo: Numa xícara de chá adicionar 1 colher de sopa da mistura de plantas e adicionar 150 ml de água fervente.

  • Deixar repousar durante 10 minutos e coar.
  • Este chá deve ser bebido várias vezes por dia, e de preferência sempre antes de deitar para ajudar a suar.
  • Chá para o estômago: O chá de folhas de hortelã comum, quando combinado com raiz de alcaçuz esmagada e flores de camomila, origina uma mistura que pode ser usada no tratamento de inflamações no estômago como gastrite, ou em casos de úlcera gástrica.

Ingredientes para a mistura: 1 colher de chá de folhas de hortelã frescas ou secas + 1 colher de chá de raiz de alcaçuz esmagada + meia colher de chá de flores de camomila. Modo de preparo: Juntar as respectivas quantidades de cada planta numa xícara de chá e adicionar 150 ml de água fervente.

  1. Deixar repousar durante 5 a 10 minutos e coar.
  2. Este chá deve ser bebido 3 a 4 vezes por dia, para ajudar a acalmar o estômago.
  3. Veja mais sobre propriedades desta planta em Hortelã.2.
  4. Chás de hortelã pimenta Chá para dores menstruais, enjoos, digestão difícil e gases: O chá de folhas secas de hortelã pimenta, pode ser usado no alivio das dores menstruais, enjoos, digestão difícil de alimentos gordurosos e para diminuir a produção de gases.

Este chá pode ser prepara usando folhas secas, trituradas ou frescas de hortelã pimenta. Ingredientes: 2 colheres de chá de folhas secas inteiras ou trituradas de hortelã pimenta ou 2 a 3 folhas frescas. Modo de preparo: Colocar as folhas de hortelã pimenta numa xícara de chá e encher com água fervente.

  1. Deixar a infusão repousar durante 5 a 7 minutos e coar.
  2. Este chá deve ser bebido 3 a 4 vezes por dia e de preferência após as refeições.
  3. Chá para dores de estômago e espasmos: O chá de hortelã pimenta quando combinado com sementes secas de funcho ou erva-doce e folhas de melissa, pode ser usado para o alivio das dores de estômago e dos espasmos.

Ingredientes para a mistura: 2 colheres de chá de folhas secas de hortelã pimenta + 2 colheres de chá de sementes de funcho ou erva-doce + 2 colheres de chá de folha de melissa. Modo de preparo: colocar 1 colher de sopa da mistura anterior numa xícara de chá e encher com água fervente.