Quais são benefícios dos jogos eletrônicos?

Sociedade Alto rendimento Talento digital Muitos pais têm receio dos consoles de videogames e não querem tê-los em suas casas porque acham que podem prejudicar o desempenho escolar de seus filhos. No entanto, os benefícios dos videogames incluem o desenvolvimento de habilidades tais como: atenção, criatividade, memória, idiomas e trabalho em equipe. Os videogames facilitam a aprendizagem dos conteúdos educativos e o desenvolvimento das habilidades cognitivas. Lara Croft não sabe, mas suas lendárias aventuras no PlayStation fizeram mais pela arqueologia do que muitos livros. Além da protagonista da saga Tomb Raider, há uma infinidade de personagens de videogames que, embora não pareça, despertam vocações precoces e ensinam história, geografia ou matemática para milhões de estudantes e adultos em todo o mundo.

Quantos positivos dos jogos eletrônicos?

CONSIDERAÇÕES FINAIS – Os jogos eletrônicos são uma das maiores formas de distração e fuga da realidade na atualidade, movimentando cada vez mais as indústria produtoras de games. A diversidade de jogos expõe o espectador ao que ele queira ver, ou seja, a um determinado jogo que combine com a personalidade do jogador, podendo expor o mesmo a jogos de temática positiva; que ajudam no desenvolvimento de habilidades como raciocínio lógico e trabalho em equipe, como também, de jogos com temáticas negativas onde são explicitadas de forma clara a violência ou de forma oculta, como mensagens subliminares e também jogos não violentos, mas que podem levar aos seus jogadores o vício no game.

Os jogos eletrônicos podem oferecer muitos benefícios aos seus usuários desde que os mesmos saibam usar o jogo de forma moderada e com influências positivas. Esses jogos estimulam o pensamento rápido, trabalho em equipe, tomada de decisões, construção de valores e atitudes. Em contrapartida, se o jogador optar por um jogo de temática agressiva o mesmo pode ser influenciado e apresentar uma predisposição à agressividade evidenciado um sentimento de revolta.

Um exemplo de caso de crime em que os jogos eletrônicos tiveram parte foi o Massacre de Suzano pois foram encontradas anotações com referências ao jogo “Call of Duty” no carro de um dos criminosos. A longo prazo, não foi comprovado se o jogo realmente teve influência para com o acontecido.

Quais são os benefícios dos jogos eletrônicos na educação física?

A abordagem dos jogos digitais na educação física pode auxiliar os estudantes em noções de cooperação e trabalho em equipe, raciocínio lógico, estratégia e também estimula a coordenação motora fina.

Como os jogos podem ajudar as pessoas?

Você sabia que os games ajudam no desenvolvimento dos seus filhos? Desde que os videogames passaram a fazer parte da rotina de entretenimento das crianças, os pais se preocupam que seus filhos não passem do limite, especialmente considerando uma atividade que por muitos ainda é vista apenas como passatempo.

  • Afinal, vocês já se perguntaram quais são as grandes motivações por trás dos games que levam crianças, adolescentes e até adultos a se engajarem tanto sem ver a hora passar?
  • Para muito além da distração, já é comprovado por pesquisas que no cérebro e ainda ajudam no desenvolvimento de determinadas funções com benefícios para o raciocínio, convívio social e até para as emoções.
  • Tudo isso porque os jogos interativos partem de uma estrutura complexa capaz de criar altos níveis de envolvimento através do contexto de uma história que trabalha a partir de objetivos definidos e estimula o senso constante de evolução, o que leva à imersão de continuar jogando.
You might be interested:  Salário De Um Programador

É claro que todo tipo de excesso pode fazer mal, motivo pelo qual deve haver um controle, mas assim como para qualquer outra atividade das crianças. O que vale é entender que os jogos também são do bem e que seus mecanismos podem ser aproveitados como uma poderosa ferramenta de desenvolvimento. Descubra os maiores benefícios!

Qual a importância dos jogos em nossas vidas?

Os jogos e as brincadeiras tem um papel muito importante na educação infantil e para a vida de uma criança, pois ao brincar a criança espontaneamente adquire uma aprendizagem mais prazerosa, é um momento de comunicação consigo mesma buscando através de sua realidade a sua imaginação.

Como os jogos podem auxiliar no desenvolvimento?

Ao jogar, a criança desenvolve alguns aspectos sociais e cognitivos que serão úteis no futuro. Desse modo, dos jogos de exercício, a criança herda o prazer funcional, e a partir dele ela pode encarar o trabalho não como sacrifício, mas como algo prazeroso e satisfatório.

Como os jogos eletrônicos estimulam o desenvolvimento tecnológico?

Gráficos perfeitos – Os gráficos que são encontrados em jogos atualmente são tão reais que parece que estamos vendo imagens verdadeiras de pessoas ao invés de seus avatares, por isso, o avanço tecnológico da criação de games, hoje em dia, pode ser usado no desenvolvimento de projetos em diferentes empresas.

O que os jogos eletrônicos influenciam?

Sintomas no corpo – Entre os problemas físicos que podem ser causados pela prática descompensada dos jogos eletrônicos estão a falta de concentração, obesidade, síndrome do olho seco, problemas de audição e postura inadequada. Especialistas alertam que os primeiros sintomas do exagero são dores nas articulações e na cabeça, má postura, alterações no sono e estresse.

  1. Jornal Metrópoles
  2. Por

: Saúde mental: quando o excesso de jogos eletrônicos vira um problema

O que os jogos eletrônicos podem influenciar na vida das pessoas?

Alguns jogos podem ser relaxantes e ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade. No entanto, o uso excessivo de jogos eletrônicos pode levar ao isolamento social, falta de sono e outros problemas de saúde mental.

O que os jogos podem nos ensinar?

Quais os benefícios? – Games em geral tem ação direta na coordenação motora, capacidade de escolha, facilidade em tomar decisões rápidas e até mesmo na facilidade em socializar.Esses feitos são mais perceptíveis em crianças e adolescentes, mas não quer dizer que os adultos não podem tirar benefícios disso.

Quais os benefícios dos jogos em sala de aula?

Grando (2004b) menciona alguns benefícios decorrentes do trabalho com jogos em sala de aula, como: auxilia na (re) significação de conceitos já aprendidos; o aluno aprende a tomar decisões e saber avaliá-las; favorece a interação social e o trabalho em grupo ; e.

Quais são os benefícios da prática dos jogos populares?

Elas incentivam a socialização e o desenvolvimento de diferentes capacidades, como coordenação motora, criatividade e comunicação. As brincadeiras folclóricas reúnem diversos jogos tradicionais e populares.

Como jogos ajudam na educação?

Jogos e brincadeiras no processo de aprendizagem A brincadeira constitui um incentivo ao desenvolvimento de novas habilidades e à busca de novas explicações, pois, para as crianças, é sempre mais agradável trabalhar sobre situações imaginárias e hipotéticas, seguindo determinadas regras.

You might be interested:  Benefícios Do Ácido Hialurónico

Os jogos e as brincadeiras são fontes de felicidade e prazer que se fundamentam no exercício da liberdade e, por isso, representam a conquista de quem pode sonhar, sentir, decidir, arquitetar, aventurar e agir, com energia para superar os desafios da brincadeira, recriando o tempo, o lugar e os objetos.

Brincar é colocar a imaginação em ação. O bom jogo não é aquele que a criança pode dominar corretamente, o importante é que a criança possa jogar de maneira lógica e desafiadora, e que o jogo proporcione um contexto estimulador para suas atividades mentais e amplie sua capacidade de cooperação e libertação.

  1. Nesse sentido, o lúdico tem caráter de liberdade e subversão da ordem que contrapõe a lógica da produtividade; indica pistas para definição de papéis sociais e da cultura humana subjetiva.
  2. As brincadeiras estabelecem a relação entre o mundo interno do individuo – imaginação, fantasia, símbolos – e o mundo externo – realidade compartilhada com os outros.

Ao mesmo tempo, as crianças, ao brincarem, vão criando condições de separarem esses dois mundos e de adquirirem o domínio sobre eles. Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Através da brincadeira, a criança se apropria da realidade, criando um espaço de aprendizagem em que possam expressar, de modo simbólico, suas fantasias, desejos, medos, sentimentos, sexualidade e agressividade.

Nos jogos, a criança começa a estabelecer e entender regras constituídas por si e/ ou pelo grupo. Desse modo, estará elaborando e resolvendo conflitos e hipóteses de conhecimento e, ao mesmo tempo, desenvolvendo a capacidade de entender pontos de vista diferentes do seu ou de fazer-se entender e de coordenar o seu ponto de vista com o do outro.

Por meio dos jogos, pode se criar uma série de situações que envolvam equilíbrio e outros desafios corporais para crianças com uso de objetos, de obstáculos e alvos. Combinados entre si, os jogos podem garantir situações significativas de aprendizagem, favorecendo o desenvolvimento cognitivo e social da criança.

  1. Em grupo, os jogos também podem contribuir para desenvolver a solidariedade e a cooperação.
  2. Os jogos e as brincadeiras ajudam as crianças a vivenciarem regras preestabelecidas.
  3. Elas aprendem a esperar a sua vez e também a ganhar e perder.
  4. E com isso, incentivam a autoavaliação da criança, que poderá constatar por si mesma os avanços que é capaz de realizar, fortalecendo assim sua autoestima.

Eliane da Costa Bruini : Jogos e brincadeiras no processo de aprendizagem

O que o jogo nos proporciona?

Estimula a criatividade; ajuda no entendimento da importância de regras e limites; contribui para o desenvolvimento de laços afetivos; promove a interação e o compartilhamento.

O que o jogo proporciona?

Através desta pesquisa entende-se que o jogo /brincadeira promovem oportunidades para a mediação no desenvolvimento de habilidades cognitivas, expressão de sentimentos, opiniões, aquisição da autonomia, internalização de regras, socialização e construção do conhecimento, pois é importante trabalhar de forma lúdica com

O que os jogos eletrônicos influenciam na vida dos jovens?

Quase 30% dos adolescentes brasileiros fazem uso problemático de videogame, aponta estudo da USP Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IP/USP) aponta que quase 30% dos brasileiros fazem uso problemático de jogos eletrônicos e se encaixam nos critérios do Transtorno de Jogo pela Internet (TJI) – um distúrbio que acarreta prejuízos emocionais e sociais.

“O uso excessivo de jogos é caracterizado quando começa a causar desequilíbrios e impactar na vida do jovem”, diz especialista (Foto: GettyImages: heshphoto)

O estudo foi realizado pela psicóloga, doutora em psicologia clínica e especialista no atendimento crianças e adolescentes. A ideia de pesquisar o impacto do videogame nesse público partiu da observação de Luiza ao perceber um aumento no número de pais buscando apoio psicológico para seus filhos.

You might be interested:  Chá De Casca De Laranja Benefícios

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IP/USP) aponta que quase 30% dos brasileiros fazem uso problemático de jogos eletrônicos e se encaixam nos critérios do Transtorno de Jogo pela Internet (TJI) – um distúrbio que acarreta prejuízos emocionais e sociais.

Os resultados acendem um alerta para o prejuízo do uso excessivo de eletrônicos, especialmente por crianças e adolescentes. “Percebi que entre os vários motivos para buscar ajuda, a queixa sobre o fenômeno sempre aparecia de alguma maneira”, contou a especialista.

  1. Para fazer o trabalho, Luiza usou como base os dados do #Tamojunto 2.0, um programa do Ministério da Saúde voltado para a prevenção do uso de drogas e álcool por adolescentes estudantes de escolas públicas.
  2. Segundo a pesquisadora, o programa foi adaptado do modelo europeu de prevenção ao uso de drogas ao contexto brasileiro e foi testado por meio de um ensaio controlado realizado em 2019 (pré-pandemia) em três cidades.

Ao todo, a amostra do programa ultrapassou 5.000 alunos entre 12 e 14 anos, dos quais quase 4.000 responderam à pergunta sobre videogame. Os estudantes responderam a um questionário com 60 perguntas que investigavam questões como,, uso de jogos eletrônicos e questões socioemocionais.

  1. A última pergunta – que era relacionada aos games – foi adaptada da descrição do transtorno descrito no DSM (o manual de diagnósticos de transtornos mentais, a “bíblia” da psiquiatria) e incluía nove questões para responder “sim” ou “não”.
  2. O adolescente que respondesse “sim” a pelo menos cinco delas se enquadraram naqueles que foram considerados de uso problemático: ao todo, 28,1% dos jovens que afirmaram jogar videogame se encaixaram no critério.

Luiza ainda fez mais um desdobramento nas questões, perguntando se o adolescente já jogou para esquecer ou aliviar problemas da vida real. Ao todo, 57% dos adolescentes disseram que sim. De acordo com Luiza, o uso excessivo de jogos é caracterizado quando começa a causar desequilíbrios e impactar na vida do jovem, como quando ele não quer mais sair de casa para jogar, começa a ir mal na escola, passa a ter, irritabilidade, sintomas emocionais, entre outros.

Qual a importância e a vantagem dos jogos?

2. Aumentam o foco e a concentração – O aumento do foco e da concentração é um dos principais benefícios dos jogos. Além de entreter, eles têm o poder de desenvolver a memória e a atenção dos jovens, o que contribui significativamente para o aumento de rendimento na escola,

Quais são os objetivos do jogo?

Qual o objetivo dos jogos e brincadeiras? Os jogos e brincadeiras auxiliam a criança no processo de pensar, imaginar, criar e se relacionar com os demais. ‘A brincadeira é atividade física ou mental que se faz de maneira espontânea e que proporciona prazer a quem a executa’.

Quais são os benefícios da prática dos jogos populares?

Elas incentivam a socialização e o desenvolvimento de diferentes capacidades, como coordenação motora, criatividade e comunicação. As brincadeiras folclóricas reúnem diversos jogos tradicionais e populares.

O que os jogos eletrônicos podem influenciar na vida das pessoas?

Alguns jogos podem ser relaxantes e ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade. No entanto, o uso excessivo de jogos eletrônicos pode levar ao isolamento social, falta de sono e outros problemas de saúde mental.

Qual a influência dos jogos eletrônicos?

Sintomas no corpo – Entre os problemas físicos que podem ser causados pela prática descompensada dos jogos eletrônicos estão a falta de concentração, obesidade, síndrome do olho seco, problemas de audição e postura inadequada. Especialistas alertam que os primeiros sintomas do exagero são dores nas articulações e na cabeça, má postura, alterações no sono e estresse.

  1. Jornal Metrópoles
  2. Por

: Saúde mental: quando o excesso de jogos eletrônicos vira um problema