Para que é indicado tomar óleo de coco?

Com benefícios ainda controversos, o óleo de coco virou o queridinho nas dietas. Embora apresente uma melhor composição do que outras fontes de gorduras saturadas, seu consumo, desde que em pequenas quantidades e com moderação, pode até trazer alguns benefícios, mas, antes, é preciso buscar orientação médica e nutricional Em matéria de dieta, sempre há algum alimento na moda prometendo milagres.

A bola da vez é o óleo de coco: seja fazendo as vezes do azeite para o tempero das saladas, seja para o preparo de alguns pratos substituindo os tradicionais óleos de soja ou canola. Derivado da polpa do coco, este óleo é fonte natural de gordura saturada, rico em triglicerídeos, com alta concentração de ácido láurico – substância com ação antioxidante e anti-inflamatória.

Em seu estado virgem, concentra mais de 90% de gordura saturada e 110 calorias por colher de sopa, o que o torna mais calórico do que a manteiga, por exemplo. Com benefícios ainda controversos, a American Heart Association (AHA) recomenda que o consumo de gorduras saturadas deva corresponder a 10% das calorias totais ingeridas no dia.

Ou seja, se consumido em pequenas quantidades e com moderação, o óleo de coco pode até trazer alguns benefícios, desde que associado a uma dieta equilibrada e hábitos de vida saudáveis. Daniela Gomes, nutróloga do HCor – Hospital do Coração, em São Paulo, diz que sem mudanças no comportamento, nenhuma suplementação na dieta surtirá efeito.

“Sozinho, nenhum alimento é capaz de promover milagres. Especificamente sobre o óleo de coco, é importante ressaltar que deve ser consumido de forma moderada. Se houver exageros, seus efeitos adversos, como qualquer outra gordura, podem desencadear a formação de placas de gordura nas artérias e levar a doenças cardiovasculares importantes”, alerta.

You might be interested:  Concurso Inss Salário

Confira alguns mitos e verdades sobre o óleo de coco, esclarecidos pela nutróloga do HCor. O óleo de coco tem efeito emagrecedor? O óleo de coco sozinho não faz milagre. Para que ele possa ajudar a perder alguns quilinhos extras, deve ser associado a uma rotina de atividades físicas e alimentação balanceada, rica em fibras, frutas, verduras, legumes, pobre em doces e embutidos, e com consumo de alta quantidade de água.

Embora seus benefícios ainda sejam controversos, para os adeptos ao óleo de coco, ele ajuda na perda de peso, no controle da saciedade, na redução da gordura corporal, aumenta a imunidade e ainda possui efeito hidratante. Todos podem incluí-lo na dieta? Desde que consumido na quantidade recomendada – até 10% das calorias totais ingeridas no dia -, o óleo não possui contraindicações.

No entanto, antes de usá-lo nas refeições, o ideal é buscar orientação médica e nutricional. Pode tomar antes de praticar esporte? Por ser rico em triglicerídeos de cadeia média – um tipo de gordura que é rapidamente absorvida pelo organismo, o óleo de coco fornece energia imediata. A gordura é um importante componente da dieta, usada na produção de hormônios, regulação da resposta imune e inflamatória, essencial para o crescimento, além de produzir energia.

Quais são os efeitos para a saúde cardiovascular? Um estudo publicado na revista Life Sciences Research Office apontou que o consumo de óleo de coco não aumenta o colesterol nem o risco de se desenvolver doenças coronarianas, pois ele regula as taxas de HDL, o bom colesterol.

Como usar o óleo de coco para tomar?

Você pode consumir o óleo de coco a qualquer hora do dia! A única coisa é que os nutricionistas recomendam de duas a quatro colheres por dia no máximo, tá? Isso porque, como o óleo de coco é um tipo de gordura, ele pode prejudicar o seu intestino se for consumido em excesso.

O que acontece se eu tomar uma colher de óleo de coco todos os dias?

Melhora a imunidade Ele também é rico em vitaminas lipossolúveis (A,D,E e K), que controlam o colesterol, aumentam o HDL (gordura boa) e reduzem o LDL (gordura ruim), por isso o óleo de coco tem efeito anti-inflamatório e antitrombótico.

Quais os benefícios do óleo de coco em jejum?

Segundo o estudo, isso acontece porque o óleo de coco reduz significativamente o nível de glicemia em jejum e melhora a tolerância à glicose.

You might be interested:  Colágeno Hidrolisado Benefícios

Quanto de óleo de coco posso consumir por dia?

Dieta com óleo de coco pode ter efeito contrário O óleo de coco vem sendo cada vez mais usado nas dietas de quem quer emagrecer. Fonte de ácido graxo, a substância ficou famosa por estimular o metabolismo e a queima de gordura. Mas é preciso ter atenção ao consumo.

Por se tratar de um alimento calórico, o óleo deve ser usado com moderação e seguindo as orientações de um especialista.A nutricionista Orion Araújo explica que o óleo de coco é uma gordura boa, mas em excesso pode engordar e aumentar o risco de doenças cardiovasculares. “É um alimento funcional, ou seja, é um alimento que nutre.

Ele tem nutrientes que são fontes oxidantes, que é um ácido graxo monoinsaturado que em uma quantidade de acordo com o exercício que a pessoa faz, o peso da pessoa, a estatura da pessoa, a idade, enfim, ele inserido numa dieta balanceada, uma dieta equilibrada, ele faz bem à saúde.

Desde que a pessoa consuma dentro de uma quantidade de acordo com a necessidade do dia e com o gasto calórico do dia”, explica Orion. A nutricionista recomenda não ingerir mais do que duas colheres de óleo de coco ao dia. “O consumo deve ser de umas duas colheres de sopa. Só que essas duas colheres de sopa é para gordura total na dieta da pessoa.

Quando digo gordura, me refiro à gordura boa que são as gorduras mono e poli-insaturadas. Então, vamos supor se a pessoa cozinha com óleo de coco. Essa quantidade já vai ter que estar embutida no almoço ou no jantar, para a refeição que ela está preparando”, destaca.Orion alerta ainda que é preciso procurar orientação de um profissional da saúde antes de começar qualquer dieta, já que a quantidade de calorias indicada para cada pessoa é diferente.

Pode passar óleo de coco no rosto antes de dormir?

Demaquilante – O óleo de coco é ótimo para retirar a maquiagem antes de dormir. Utilizando apenas uma toalhinha de algodão, o óleo de coco é usado para retirar toda a maquiagem da pele e ainda aproveitar suas propriedades antibacterianas e seu poder de hidratar a pele.

  • Basta aplicar o óleo de coco na pele do rosto e dos olhos, massagear e retirar com a toalha.
  • Mas cuidado para não deixar a pele oleosa demais e facilitar o aparecimento de espinhas.
  • Se isso acontecer, use uma gota de óleo essencial de melaleuca na região afetada.
  • Mas, antes disso, teste se você não tem alergia.
You might be interested:  Salário Mínimo Paulista 2023

Aplique uma gota do óleo essencial de melaleuca na região interna do antebraço. Se aparecer alguma reação indesejada, retire o óleo essencial de melaleuca com um algodão embebido em óleo de coco, Você também pode usar outro óleo vegetal neutro, como:

Azeite, óleo de girassol Óleo de semente de uvaEntre outros que não sejam óleos essenciais (já que eles costumam estar muito concentrados)

Para saber mais sobre o óleo essencial de melaleuca, dê uma olhada na matéria: ” Óleo de melaleuca: para que serve? “.

Como saber se o óleo de coco é verdadeiro?

Óleo de coco virgem – Extraído da polpa do coco fresco (verdinho), esse óleo é considerado do tipo puro e natural. Seu sabor e aroma suaves de coco é o que comprova sua qualidade. Sua cor deve ser obrigatoriamente transparente quando ele estiver líquido, e branco quando sólido (pastoso).

Por que não deve aplicar óleo de coco no rosto?

‘Pode, desde que sua pele seja muito seca, pois se tiver propensão para cravos e espinhas corre o risco de obstruir os poros e aumentar a chance de acne, mesmo o óleo tendo características anti-inflamatórias e antibacterianas.

Quais são os benefícios do óleo de coco no rosto?

Demaquilante natural – Como falamos acima, o óleo de coco é ótimo para remover qualquer tipo de maquiagem, incluindo as que são à prova d’água. Ao contrário dos demaquilantes convencionais, o óleo de coco não agride nem resseca a pele. E o melhor de tudo isso é que ele é rico em antioxidantes que previnem o envelhecimento precoce.

Qual o melhor óleo de coco para pele?

Dicas do Especialista – Um aliado na cozinha, o óleo de coco pode substituir o óleo de cozinha em alguns casos. Ao escolher um óleo de coco, é importante levar em conta a finalidade para a qual o irá utilizar. Se quiser utilizá-lo como óleo de cozinha, opte pelo óleo de coco virgem não refinado, pois tem um ponto de cozimento mais elevado e não alterará o sabor dos seus alimentos.

Para aqueles que querem aproveitar os benefícios do óleo de coco para a pele e cabelo, o óleo de coco extra virgem é a melhor opção, pois é mais concentrado e tem um sabor mais rico. https://www.uol.com.br/vivabem/faq/oleo-de-coco-faz-bem-a-saude-tire-as-principais-duvidas-sobre-o-alimento.htm https://www.tuasaude.com/como-usar-o-oleo-de-coco/ https://www.lucianapepino.com.br/blog/6-motivos-para-incluir-o-oleo-de-coco/ https://www.bbc.com/portuguese/geral-42588520#:~:text=Tem%20n%C3%ADveis%20de%20gorduras%20saturadas,(lipoprote%C3%ADna%20de%20baixa%20densidade).

https://www.conquistesuavida.com.br/noticia/oleo-de-coco-e-saudavel-descubra-6-mitos-ou-verdades-sobre-esse-alimento_a6702/1