Quais São Os Benefícios Do Uso Das Energias Renováveis - [] 2024: Hospital da Mulher e Maternidade Santa Fé

Quais São Os Benefícios Do Uso Das Energias Renováveis

Quais os benefícios de uso das energias renováveis?

Este conteúdo é exclusivo para usuários logados – Se você não tem uma Conta Sebrae, crie a sua! É rapidinho, gratuito e garante acesso a conteúdos e serviços exclusivos! Inovação | SUSTENTABILIDADE Conheça os benefícios da implementação da energia renovável A implementação da energia renovável nos pequenos negócios pode representar um diferencial competitivo de mercado. · 17/10/2022 · Atualizado em 28/10/2022 As fontes de energia renovável trazem inúmeras vantagens para as micro e pequenas empresas. Desde o atendimento aos objetivos sustentáveis da ONU até um diferencial competitivo de negócio. A energia renovável é obtida por meio de recursos que não se esgotam, pois possuem um ciclo contínuo para renovar-se, como a água e o sol, por exemplo. Dados divulgados pelo Ministério de Minas e Energia, em 2020, mostram que a participação das fontes renováveis na matriz elétrica nacional costuma ficar por volta de 80% do total. A principal fonte de energia renovável, no Brasil, é a hidrelétrica, que representa mais de 60%; seguida pela eólica, com cerca de 9%; biomassa e biogás, cerca de 9%; e solar centralizada, com cerca de 1%.

Diminuição das emissões de gases do efeito estufa (GEEs) pela queima de combustíveis fósseis. Esses gases intensificam as mudanças climáticas; Diminuição da poluição atmosférica das cidades e melhoria da qualidade de vida das pessoas; Redução de impactos à vida aquática, terrestre e humana, ocasionados pela retirada das fontes renováveis da natureza; Possibilidade de gerar maior retorno econômico; Maior acesso à energia, devido às fontes renováveis; Oportunidade para projetos de inovação e geração de empregos.

Além do uso de fontes inesgotáveis da natureza, as principais vantagens da energia renovável para a empresa são:

Construção de um posicionamento e de uma imagem de responsabilidade socioambiental em relação ao uso de energias que geram menos impactos; Atendimento ao eixo ambiental dos aspectos ESG (ambiental, social e governança), colaborando também com o objetivo de desenvolvimento sustentável sete, da ONU, Energia Acessível e Limpa ; Diferencial para o negócio e destaque no mercado; Redução dos valores das contas de energia, gerando economia.

Entre os benefícios da adoção de fontes renováveis nos pequenos negócios, destacam-se: redução com gastos com energia elétrica (83,9%), benefícios ambientais (20,3%) e retorno do investimento (12,7%). De acordo com a Pesquisa sobre Energia Solar Fotovoltaica e os Pequenos Negócios, realizada pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS) em parceria com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), cerca de 60% dos pequenos e médios empresários brasileiros têm intenção de investir em fontes renováveis.

Quais são os benefícios das energias limpas e renováveis?

Quais são os benefícios e impactos para o planeta da energia limpa? – A principal vantagem de energia limpa é a redução do dióxido de carbono, diminuindo o índice do aquecimento global, além de causar menos impacto ambiental, principalmente nas fontes solar e eólica, que exigem menos do meio. E por boa parte serem energias inesgotáveis, ajudam na sustentabilidade do planeta.

Quais são as vantagens das fontes de energia?

Principais características das fontes de energia

Vantagens Desvantagens
É forma confiável de geração de energia, com respostas positivas em sua atuação. Provoca a erosão de solos, afetam assim a vegetação local
O seu custo de produção é baixo; Pode provocar o deslocamento de populações ribeirinhas e o alargamento de terra

Quais são os tipos de energias renováveis?

São exemplos de fontes renováveis : hídrica ( energia da água dos rios), solar ( energia do sol), eólica ( energia do vento), biomassa ( energia de matéria orgânica), geotérmica ( energia do interior da Terra) e oceânica ( energia das marés e das ondas).

Quais são os benefícios do uso da energia solar?

Quais são as vantagens da energia solar? A energia solar não polui, é renovável, limpa e silenciosa, pode ser usada em áreas isoladas da rede elétrica, necessidade mínima de manutenção, muito fácil de instalar e é barato para manter.

Quais são os 5 tipos de energia limpa?

O que é fonte de energia limpa? – As fontes de energia limpa são qualquer matéria-prima que não emite poluentes na atmosfera e gera um mínimo impacto ambiental, portanto, não apresenta fatores prejudiciais à natureza, como a energia hídrica, solar, eólica, geotérmica, maremotriz e de biomassa. Quer saber quanto custa para instalar energia solar?

Quais são as vantagens e desvantagens da energia limpa?

Energia Limpa: o que é e exemplos A energia eólica e a energia solar são exemplos de fontes de energia limpa Um modo de geração de energia mecânica ou elétrica é considerado limpo se não liberar substâncias poluentes para o meio ambiente. É bem verdade que até o momento não se descobriu nenhuma forma de geração de energia que não cause nenhum impacto na natureza; entretanto, no caso da energia limpa, esse impacto restringe-se à região da construção da usina.

Entre esses novos modelos energéticos estão a energia solar, a eólica, a geotérmica, a maremotriz, a hidráulica e a nuclear. No caso da energia necessária para a movimentação de veículos, o combustível é considerado limpo apenas no que diz respeito a não contribuir para a emissão de compostos do carbono.

No entanto, esses combustíveis interferem sim nos ciclos de outros elementos químicos, como o ciclo do nitrogênio. A fonte renovável para a produção de “combustíveis limpos” é a biomassa, ou seja, os biocombustíveis, que incluem o etanol e o biodiesel.

  • As principais vantagens são que depois de prontas para uso, não geram poluição alguma, seu impacto ambiental é insignificante e sua manutenção é bem barata.
  • Entretanto, as desvantagens estão ligadas ao fato de que é necessário extrair e processar silício para produzir os painéis solares, o que gera poluição (mas que pode ser controlada); além disso, o custo ainda continua elevado (mas à medida que essa tecnologia avança, ela vem se tornando cada vez mais economicamente viável), seu rendimento é baixo, sendo de apenas 25%, principalmente porque seu sistema de armazenamento de energia é pouco eficiente, sua produção oscila conforme o clima e à noite não existe produção.
  • Instalação de painéis solares fotovoltaicos de energia alternativa no telhado
You might be interested:  Benefícios Da Hortelã

Sua matéria-prima é o vento, que é captado por uma turbina de duas ou três pás, ou seja, hélices presas em um pilar, chamadas de eólias, Seu rendimento depende da rapidez e constância dos ventos na região, o que requer uma análise desses dados antes desse sistema de energia ser implantado.

  1. As vantagens principais da energia eólica são que o impacto ambiental é praticamente nenhum, e o custo de geração de eletricidade é baixo.
  2. Infelizmente, algumas desvantagens também existem, pois apesar de reduzidos, ainda há impactos ambientais na instalação das usinas, causando alteração na paisagem local; pode haver ameaça para os pássaros se as eólias forem colocadas em suas rotas de migração, pode haver também poluição sonora e interferência em transmissões de rádio e TV.
  3. Turbinas de energia eólica em Sicília, Itália

​​​​​​​ A 64 km da superfície da Terra existe uma camada denominada magma, em que a elevadíssima temperatura ferve a água dos reservatórios subterrâneos. Assim, a energia geotérmica baseia-se na captação do vapor gerado nesses reservatórios por meio de tubos e canos apropriados. ​​​​​​​ Esse tipo de energia é produzido por meio da instalação de turbinas perto dos mares, em que se produzirá energia elétrica por meio da energia potencial das ondas do mar. Porém, o seu rendimento é baixo e o fornecimento de energia não é contínuo. Turbinas no fundo do mar para geração de energia maremotriz ​​​​​​​ Esse tipo de energia é bem conhecido, sendo que ela é proveniente do movimento das águas. O seu rendimento é muito superior aos que foram mencionados até aqui. Porém, os seus impactos ambientais são imensos, incluindo destruição de ecossistemas, alteração de paisagens, alagamentos, bloqueio nos rios e deslocamento da população que morava no local onde a usina foi construída. Usina hidráulica: energia gerada pela movimentação das águas ​​​​​​​ Apesar desse tipo de energia envolver altos riscos de contaminação, isso só acontece se houver acidentes ou se o lixo atômico não tiver um tratamento e destino corretos. Mas se tudo transcorrer bem, a energia nuclear é considerada limpa, pois não causa poluição pela emissão de substâncias.

Os detalhes sobre como a energia elétrica é produzida nas usinas nucleares podem ser vistos no texto ; mas, de maneira resumida, trata-se de uma reação de fissão nuclear, que libera uma quantidade colossal de energia na forma de calor. Esse calor faz a água ferver, sendo que seu vapor aciona uma turbina geradora, que produz eletricidade.

A maior vantagem desse tipo de energia é a grande quantidade de energia elétrica que é gerada. Mas além das desvantagens já mencionadas, que são os acidentes, ainda há o custo elevadíssimo para sua implementação e o fato de que a água quente que volta para os rios e lagos pode causar poluição térmica. Uma usina nuclear sempre é instalada perto de fontes de águas naturais ​​​​​​​ Inclui o uso de matéria orgânica, tais como restos de madeira, colheita, plantas, alimentos, animais e algas. A biomassa é constituída principalmente por elementos como carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio, estando o enxofre em menores proporções.

Esse material orgânico pode ser transformado em combustíveis sólidos, líquidos e gasosos. O etanol, por exemplo, é produzido a partir da cana-de-açúcar, do milho, entre outras fontes. O biodiesel é outro exemplo, podendo ser produzido a partir de gorduras animais ou óleos vegetais, tais como o de soja, de amendoim, de algodão, de lama (dendê), de girassol, de mamona etc.

Esses biocombustíveis representam uma melhoria dos gases de carbono emitidos para a atmosfera, minimizando o problema do efeito estufa e do aquecimento global, além de apresentar menor teor de enxofre. Mas eles causam desmatamento e aplicação de monoculturas. Os biocombustíveis têm como matérias-primas os óleos vegetais : Energia Limpa: o que é e exemplos

Qual é a energia mais limpa do mundo?

A energia hidrelétrica é a fonte limpa e renovável com a maior capacidade instalada do mundo. No final de 2021, de acordo com o relatório IRENA, a capacidade global de geração renovável era de 3.064 GW.

Qual a fonte de energia renovável mais usada no Brasil?

Energias renováveis no Brasil – Os últimos dados agregados sobre as matrizes elétrica e energética do Brasil foram divulgados em 2021, com referência ao ano de 2020. Na matriz elétrica, a fonte hidráulica correspondia a 65,2%, seguida pela biomassa (9,1%), (8,8%), gás natural (8,3%) e as demais.

Já a matriz energética é menos renovável, já que nesse caso considera-se qualquer tipo de geração de energia, incluindo nos combustíveis de veículos. Com isso, a mais usada é a de petróleo e derivados (33,1%), seguido por derivados de cana-de-açúcar (19,1%) e hidráulica (12,6%). Em ambos os casos, porém, a participação da energia renovável é superior à medida global.

Levantamento da Agência Internacional de Energia ( ) aponta que, em 2019, as renováveis tinham cerca de 25% de participação na matriz elétrica mundial, e de menos de 15% na energética. No caso brasileiro, a participação é de 83% e 46%, respectivamente.

  • A fonte hidráulica, com as usinas hidrelétricas, dominam a matriz elétrica há muitos anos, mas as fontes solar e eólica tem ganhado espaço conforme seus custos reduziram, refletindo o alto potencial do Brasil.
  • A expectativa é que, em 2021, ambas tenham crescido, na esteira da,
  • Das fontes renováveis, a de energia oceânica e o hidrogênio verde são usados apenas em projetos ainda experimentais.

Isso ocorre devido aos altos custos e falta de tecnologia, mas o país possui grande potencial nas duas áreas. A única energia renovável impossibilitada no território brasileiro é a geotérmica, já que ela só pode ser usada em locais com atividade vulcânica ou de encontros de placas, o que não é o caso do Brasil.

O que é uma fonte de energia renovável?

As fontes de energia renováveis são aquelas que possuem um ciclo de renovação em escala de tempo humana, ou seja, estão sempre disponíveis para utilização e não se esgotam, sendo a principal delas a energia solar proveniente da luz do sol, além das fontes eólica, biomassa, hídrica, maremotriz e geotérmica.

Que tal ouvir este conteúdo? Clique no reprodutor de áudio abaixo e ouça na velocidade que desejar! Muito tem se falado sobre a importância das fontes de Energia Renováveis para a melhoria da qualidade de vida. Mas quais são os seus reais benefícios? Para nós consumidores de energia, essas fontes podem trazer diversas vantagens diretas, sendo a principal delas a economia na conta de luz.

Quer saber quanto pode economizar com energia solar? É só clicar aqui Com a evidência do desequilíbrio entre desenvolvimento econômico e meio ambiente em que a Terra se encontra atualmente, fica cada vez mais importante a discussão entre as fontes renováveis e não renováveis de energia. Por esse motivo, muitos esforços têm acontecido para promover a adoção de Energias Renováveis na matriz energética dos países do globo.

Seja através de fotos que retratam o antes e depois da natureza, problemas de saúde e doenças nunca antes vistas, além do calor, que é cada dia maior, (como apontam estudos da ONU e IPCC ) a realidade está aí, quer queiramos enxergar ou não. A forma atual como geramos energia e lidamos com os resíduos que ela produz é insuficiente para à manutenção dos ciclos naturais do planeta e para mantê-lo preparado para receber as gerações que estão por vir.

Para melhor visualizarmos esta ideia, imagine a quantidade de recursos e a situação ambiental que deixaremos para nossos filhos, netos e bisnetos caso continuemos no ritmo atual. O famoso vídeo de Severn Suzuki, gravado durante conferência da Rio ECO 92, retrata de forma alarmante essa realidade em que vivemos.

Embora o cenário brasileiro seja privilegiado neste ponto, já que a sua matriz energética é composta principalmente por fontes não poluentes, grande parte do mundo é altamente dependente de fontes não renováveis e potencialmente poluidoras – como o petróleo, carvão mineral, gás natural, entre outros – para obter a energia necessária para manter o modelo econômico e social escolhido por grande parte das pessoas.

O grande vilão nessa história de poluição é o dióxido de carbono (CO2), além de outros gases liberados que também colaboram para o chamado efeito estufa. O rápido vídeo abaixo explica como isso acontece: Como os gases de efeito estufa realmente funcionam? | Minuto da Terra – YouTube Minuto da Terra 976K subscribers Como os gases de efeito estufa realmente funcionam? | Minuto da Terra Minuto da Terra Search Watch later Share Copy link Info Shopping Tap to unmute If playback doesn’t begin shortly, try restarting your device.

You might be interested:  Castanha Do Pará Benefícios

Quais são os impactos ambientais das energias renováveis?

Energias limpas e permanentes – Essas são as energias mais renováveis produzidas atualmente, pois são produzidas a partir da luz solar, vento, calor geotérmico e movimento das ondas — ou seja, os únicos impactos ambientais dessas fontes de energia são a alteração de paisagem e o desmatamento de pequenas áreas para a instalação de turbinas eólicas e painéis solares.

  • Vale ressaltar que a energia eólica, produzida a partir da força do vento, é responsável pela produção de grande parte da energia de países como a Alemanha e Espanha, o mesmo ocorre com a energia solar, chamada de fotovoltaica.
  • No Brasil, apesar de seu grande potencial para a produção de energias limpas permanentes, as iniciativas ainda são tímidas, especialmente devido ao alto custo.

Imagem: iStock / Getty Images P / HS3RUS : Saiba quais são os principais impactos ambientais causados pelas fontes de energia

Quem é o maior produtor de energia renovável do mundo?

Brasil se torna o 8º maior gerador de energia solar do mundo O Brasil acaba de entrar para o ranking dos países que mais geram energia solar no mundo. É o que aponta o publicado pela Agência Internacional de Energias Renováveis, IRENA. Com o feito inédito, o Brasil ultrapassou países como Holanda e Coreia do Sul e ancora a 8ª posição do estudo.

A China é quem encabeça o ranking, seguida por Estados Unidos, Japão, Alemanha, Índia, Austrália e Itália. Com 24 GW de potência energética instalada, está o Brasil. Holanda e Coreia do Sul fecham o ranking mundial. De acordo com, a presença do Brasil no ranking é reflexo do grande investimento que o setor tem recebido nos últimos anos.

“A energia solar tem sido percebida cada vez mais como uma fonte de energia renovável viável e isso faz com que o mercado entenda seu valor e esteja disposto em investir na geração de energia fotovoltaica”, ressalta. Em 2022, os investimentos em energia solar cresceram cerca de 50% se comparado ao ano passado.

  • Foram mais de 60 bilhões de reais investidos em sistemas de geração de energia que fizeram com que o Brasil avançasse 5 posições no ranking de maiores geradores de energia solar do mundo.
  • Em 2021, a nação estava fora do Top 10, ficando apenas em 13ª posição.
  • Segundo Cristiana Nepomuceno, a tendência é que os aportes no setor continuem nos próximos anos: “a expectativa é de investimentos cada vez mais consistentes em telhados solares, tanto em larga escala, para uso empresarial, tanto nas residências, para uso próprio”.

A advogada diz ainda que, além do uso doméstico e industrial, a geração de energia solar fomenta outras áreas que visam a proteção do meio ambiente, como o desenvolvimento do hidrogênio verde. Segundo ela, “através das fontes de energia renovável, como a solar, outros objetivos ambientais podem ser atingidos, evitando a emissão de dióxido de carbono (CO2), um dos vilões que provocam o aquecimento global do planeta.

  1. O hidrogênio verde, no caso, é produzido a partir do processo de geração de energia solar”.
  2. O hidrogênio verde é uma fonte de energia limpa que é produzida a partir de fontes de energias renováveis, como a geração de energia solar.
  3. Ele surge da eletrólise da água, ou seja, um processo que utiliza a corrente elétrica para decompor a água (H2O) em hidrogênio (H) e oxigênio (O2).

Essa modalidade de produção do hidrogênio é chamada de verde pois não emite carbono, ao contrário do hidrogênio cinza, aquele que vem do vapor do gás natural, da queima do carvão e do petróleo. O hidrogênio, em sua forma “verde”, libera na atmosfera apenas vapor de água, devido seu processo de eletrólise a partir da energia elétrica.

O Brasil é um dos países com maior potencial de produção e exportação do hidrogênio verde, mas ainda não figura entre as primeiras posições das nações que mais fazem uso do gás em sua forma limpa. Atualmente, Arábia Saudita, Alemanha, Austrália, China e Holanda são os maiores produtores da substância.

O Chile é o único país da América do Sul que figura entre os maiores produtores e pesquisadores do hidrogênio renovável. Segundo a advogada ambiental Cristiana Nepomuceno, o hidrogênio verde é conhecido como o combustível do futuro. “O hidrogênio pode mitigar os processos de poluição do meio ambiente e da atmosfera quando falamos de seu uso para geração de energia, já que as formas tradicionais de produção de energia que ainda são utilizadas atualmente são grandes poluentes, como o petróleo, e acabam liberando muito gás carbônico na atmosfera, algo extremamente nocivo ao planeta”.

  • Apesar de limpo, a produção do hidrogênio verde é cara, o que acaba atrasando a implementação da substância em processos que demandam energia em larga escala.
  • Até o momento, o gás é utilizado pela indústria somente em processos pontuais, já que possui uma grande potência energética (quatro vezes maior do que a da gasolina), mas que ainda demanda maiores investimentos em pesquisa para que seu uso possa ser mais viável.
You might be interested:  Traduzir Documento Pdf

: Brasil se torna o 8º maior gerador de energia solar do mundo

Qual é a fonte de energia mais eficiente?

Energia Oceânica ou Maremotriz – Foto: Reprodução/Pexels Energia oceânica é a energia gerada através das ondas e movimentos da água dos oceanos provocados pela subida e descida das marés. Turbinas instaladas em locais estratégicos transformam a energia cinética da circulação natural da água em energia mecânica.

Como surgiu as fontes de energia renováveis?

O conceito de energia renovável como alternativa para as energias tradicionais surgiu nos anos 70, visando garantir o fornecimento futuro e gerar menos impacto ambiental. Desde então, o uso cresceu no mundo todo. De acordo com a publicação da Fundação Naturgy, apresentada pelo economista especializado em mercados energéticos Miguel Ángel Lasheras, “a capacidade de energia renovável do sistema peninsular espanhol, sem considerar a energia hidráulica, cresceu 20% no ano passado, o que significa que nos aproximamos do recorde anual em capacidade renovável, até chegar a 40%”.

Em contrapartida, espera-se um crescimento significativo nos próximos anos na região da América Latina. A América Latina é extremamente rica em recursos naturais capazes de gerar energia limpa como energia eólica ou energia solar. Como vemos no estudo da Moody’s Investors Service, “Enquanto fontes de energia solar e eólica serão responsáveis por uma parcela cada vez maior do abastecimento energético, fontes como carvão e petróleo irão perdendo popularidade e demanda na região”.

A Costa Rica, por exemplo, anunciou em maio de 2018 que eliminará o uso de combustíveis fósseis até 2021. Além disso, por quatro anos consecutivos o país gerou mais de 98% de energia renovável em seu sistema elétrico. Estima-se que outras regiões do Sudeste Asiático e do Norte da África também aumentem sua produção de energias renováveis e recebam um grande investimento, permitindo que supram a crescente demanda energética de sua rápida industrialização.

Qual os benefícios da energia solar para o meio ambiente?

Vantagens do sistema de energia solar – Um dos principais benefícios da energia solar é ser considerada renovável e inesgotável, já que utiliza o sol como fonte primária e ajuda a conter os impactos das mudanças climáticas, Esse tipo de sistema pode contribuir também para um maior controle de gastos de finanças pessoais.

Quais são as vantagens e desvantagens da energia solar?

Uma fonte de energia limpa, renovável e abundante em praticamente todo o planeta, estas são as principais vantagens da energia solar, que pode levar eletricidade e sustentabilidade até em locais isolados, suas desvantagens são a intermitência da geração (apenas durante o dia) e alto custo da tecnologia.

Quais são as vantagens e desvantagens da energia não renovável?

Resumo sobre fontes de energia não renováveis –

As fontes de energia não renováveis são aquelas caracterizadas pelo longo período de formação na natureza. São exemplos de fontes de energia não renováveis: carvão mineral, petróleo, gás natural e energia nuclear. Uma vantagem das fontes de energia não renováveis é o menor custo de produção, transporte e comercialização desses recursos. Uma desvantagem das fontes de energia não renováveis é o registro de inúmeros problemas ambientais, como a poluição do ar. As fontes de energia não renováveis causam problemas diversos na saúde humana e no ambiente natural. As fontes renováveis, ao contrário das fontes de energia não renováveis, provocam menos impactos no meio ambiente.

Qual a importância das fontes de energia limpa?

Qual a importância da energia limpa? – A energia limpa contribui para a utilização dos diversos tipos de energia renovável, Além dos recursos utilizados estarem disponíveis para gerações futuras, a energia limpa não causa impactos como o aumento do dióxido de carbono (CO2) na atmosfera, não emite gases de efeito estufa e tampouco agrava o aquecimento global.

Quais são as desvantagens da energia não renovável?

Desvantagens das fontes de energia não renováveis – Agora que você já sabe o que são fontes de energia não renováveis e quais tipos existem, apresentamos seus pontos negativos. Evidentemente, a principal desvantagem de todos os tipos de energia não renováveis está nos altos níveis de poluentes emitidos na atmosfera, tanto em sua produção quanto em seu uso.

  1. Com isso, acabam tendo um grande impacto nas mudanças climáticas, junto com a geração de resíduos não biodegradáveis.
  2. Além disso, as consequências da utilização de fontes de energias não renováveis estão se mostrando devastadoras no que diz respeito à saúde humana.
  3. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que quase oito milhões de pessoas morrem por ano devido à poluição atmosférica, além de 91% da população viver em áreas com má qualidade do ar.

Como se isso não bastasse, a adoção desse tipo de energia também afeta a flora e a fauna do planeta, provocando a extinção de diversas espécies. Vale destacar ainda que estas fontes de energia não duram para sempre, Ou seja, seu desaparecimento provocará sérios problemas socioeconômicos.

Qual é a fonte de energia renovável mais utilizada no Brasil?

Energias renováveis no Brasil – Os últimos dados agregados sobre as matrizes elétrica e energética do Brasil foram divulgados em 2021, com referência ao ano de 2020. Na matriz elétrica, a fonte hidráulica correspondia a 65,2%, seguida pela biomassa (9,1%), eólica (8,8%), gás natural (8,3%) e as demais.

  • Já a matriz energética é menos renovável, já que nesse caso considera-se qualquer tipo de geração de energia, incluindo nos combustíveis de veículos.
  • Com isso, a mais usada é a de petróleo e derivados (33,1%), seguido por derivados de cana-de-açúcar (19,1%) e hidráulica (12,6%).
  • Em ambos os casos, porém, a participação da energia renovável é superior à medida global.

Levantamento da Agência Internacional de Energia ( AIE ) aponta que, em 2019, as renováveis tinham cerca de 25% de participação na matriz elétrica mundial, e de menos de 15% na energética. No caso brasileiro, a participação é de 83% e 46%, respectivamente.

A fonte hidráulica, com as usinas hidrelétricas, dominam a matriz elétrica há muitos anos, mas as fontes solar e eólica tem ganhado espaço conforme seus custos reduziram, refletindo o alto potencial do Brasil. A expectativa é que, em 2021, ambas tenham crescido, na esteira da crise hídrica, Das fontes renováveis, a de energia oceânica e o hidrogênio verde são usados apenas em projetos ainda experimentais.

Isso ocorre devido aos altos custos e falta de tecnologia, mas o país possui grande potencial nas duas áreas. A única energia renovável impossibilitada no território brasileiro é a geotérmica, já que ela só pode ser usada em locais com atividade vulcânica ou de encontros de placas, o que não é o caso do Brasil.