Quanto é para autenticar um documento no cartório?

Quanto custa? O preço da autenticação é tabelado por lei em todos os Cartórios do Estado de São Paulo: R$ 4,65 (quatro reais e sessenta e cinco centavos), acrescido o valor da cópia de R$ 0,85 (oitenta e cinco centavos), caso seja extraída pelo tabelionato de notas.

O que eu preciso para autenticar um documento?

Como fazer autenticação de xerox de documentos? – Segundo a Lei n.º 2148, de 1940, a cópia autenticada é uma reprodução, ou seja, xerox, autorizada, com a mesma validade do documento original. Para autenticar uma cópia, basta ir em um cartório de notas com o documento a ser copiado, para o tabelião atestar que a cópia é autêntica e idêntica ao original.

Quem pode autenticar cópias de documentos?

2. Posso autenticar documentos de outra pessoa? – Você pode autenticar documentos de outra pessoa se ela tiver firma aberta no cartório em que será feita a autenticação. Caso contrário, somente a própria pessoa poderá autenticar o documento. Isso porque será preciso fazer o cadastro ou a abertura de firma, o que depende da coleta de informações pessoais.

Quanto custa para autenticar um documento MG?

QUANTO CUSTA? Preço (em 2023): R$ 9,75. O valor da Autenticação é tabelado por Lei em todos os cartórios do Estado de Minas Gerais.

Qual a diferença de autenticar ou reconhecer firma?

Reconhecimento e autenticação: conheça a diferença Reconhecimento e autenticação: conheça a diferença Ambos podem ser solicitados em Cartório de Notas Apesar de serem atos muito comuns nos Cartórios de Notas, ainda há uma grande confusão sobre a finalidade e a aplicação do reconhecimento de firma e a autenticação de cópias. Os dois podem ser solicitados em Cartório de Notas, mas trazem consequências distintas.

  1. O reconhecimento de firma é o ato pelo qual o Tabelião, que possui fé pública, atesta que a assinatura de um documento é semelhante à assinatura que consta no cartão de firma da pessoa.
  2. O padrão da assinatura deve ser depositado previamente com a abertura de firma.
  3. Para saber mais sobre abertura de firma, clique aqui.

Este ato pode ser feito por duas maneiras. No reconhecimento de firma por semelhança, o tabelião irá certificar que a assinatura do documento confere com o padrão depositado no banco de dados do cartório. Nesse caso, o reconhecimento é feito por meio da comparação entre a assinatura presente do documento e a que consta na ficha de firma.

Não é obrigatório que quem assina vá ao cartório. Basta ter a ficha de firma preenchida na serventia para que as assinaturas possam ser comparadas. Já no reconhecimento de firma por autenticidade, a pessoa comprova sua identidade perante o Tabelião e, diante dele, assina o documento onde quer ver reconhecida sua firma.

No reconhecimento de firma por autenticidade, é indispensável que o signatário esteja pessoalmente na presença Tabelião. Autenticação de cópias A autenticação de cópia é o ato pelo qual o Tabelião, no Cartório de Notas, atesta que a reprodução de um documento se mantém fiel à via original, conservando as mesmas características e informações necessárias à sua identificação.

  1. E esse ato de autenticação, em que o Tabelião, com fé pública, certifica que determinado documento é uma cópia fiel do original, tem dupla função: a multiplicação dos documentos e a pré-constituição de prova.
  2. É importante ressaltar que para que uma cópia seja autenticada, é indispensável que o documento original seja apresentado no ato.

Isso é necessário para que o tabelião compare todas as informações presentes no documento original e na cópia. Para saber mais sobre o assunto, fale conosco. Alameda Grajaú, 279 – Alphaville – Barueri SP [email protected] De segunda à sexta das 09h00 às 17h00 : Reconhecimento e autenticação: conheça a diferença

Quais documentos não podem ser autenticados?

Quais documentos não podem ser autenticados? – Documentos que ofendam os bons costumes, documentos em língua estrangeira desacompanhados da tradução juramentada, documentos defeituosos, incompletos ou rasurados e aqueles emitidos via internet que não portarem o carimbo e a assinatura do órgão competente.

Quanto tempo demora para autenticar?

Perguntas Frequentes –

Quanto tempo leva para autenticar um documento? R: O tempo necessário para autenticar um documento pode variar, pode levar de apenas alguns minutos a algumas semanas. Dependendo de qual documento você pretende autenticar. Posso autenticar um documento online? R: Dependendo se o documento é físico ou digital um procedimento diferente é adotado. Foi explicado durante este artigo o que fazer em cada caso. Qual é o custo da autenticação de documentos? R: A autenticação de documentos no cartório é tarifada por cópia, com os valores estabelecidos pelos Governos Estaduais. Portanto, o preço por autenticação pode variar entre os estados. Atualmente, no Paraná, o custo para autenticar documentos é de R$ 7,60, incluindo todas as taxas. É necessário autenticar todos os documentos? R: Não é necessário autenticar todos os documentos, mas é recomendável autenticar aqueles que serão utilizados em outro país, como diplomas, certidões e documentos de identidade.

Qual a importância de autenticar um documento?

Diferenças entre os conceitos – O processo de autenticação de documentos serve para assegurar que um registro é autêntico e que não se trata de uma fraude. Em geral, tal procedimento ocorre por meio físico, com o uso de carimbos, código de barras ou marcações, proporcionando menor segurança, aumento de custo, muita burocracia e lentidão.

  1. Vale lembrar que, nos Estados Unidos, o reconhecimento de firma e a cópia autenticada por terceiros simplesmente não são exigidos para a maioria dos contratos no país.
  2. Com isso, os negócios fluem com mais velocidade, enquanto, no Brasil, um contrato assinado à caneta pode demorar até 30 dias para ser concluído.
You might be interested:  Benefícios Da Erva Cidreira

A assinatura eletrônica é um processo ágil que ocorre de maneira virtual, que usa diversos elementos eletrônicos para verificar a identidade de quem está assinando e, portanto, dar autenticidade ao documento: senhas de email, ip de dispositivo móvel, tokens exclusivos, sms, biometria e certificado digital são alguns exemplos.

Qual a validade de um documento autenticado?

A autenticação de documentos reproduz um documento e confere a ele a mesma validade que o original. Os documentos autenticados têm o mesmo valor que os originais, uma vez que a autenticidade confere prova plena do documento para todos os efeitos legais, o que diminui a possibilidade de terceiros negarem a sua validade.

Para realizar a autenticação de um documento, é preciso que o requerente apresente o original no cartório para que o tabelião assegure ser a cópia idêntica ao original. O escrevente, após a conferência, coloca um selo de autenticidade na cópia, carimbando-a e assinando-a. Assim, para que a autenticação seja feita de forma válida, ela deve conter o carimbo do cartório e do escrevente responsável.

É importante saber os fatores que impossibilitam a autenticação, tais quais:

não apresentar o documento original (cópias não são aceitas); adulteração por raspagem, lavagem com solventes ou utilização de corretivos; documentos escritos a lápis;

Nos Estados Unidos, documentos como Certidão de Óbito, Certidão de Nascimento e Certidão de Casamento não podem ser autenticados. Única e exclusivamente a corte tem a permissão de emitir uma cópia ou segunda via. O Cartório Internacional, possui uma tabeliã que poderá realizar este serviço de autenticação para uso no território Americano, bem como para uso em outros países incluindo o Brasil.

Tem como autenticar um documento pela internet?

Quem pode fazer? – Qualquer pessoa que tenha interesse em autenticar os seus documentos, pode fazer o reconhecimento de firma digital. Porém, ela precisa ter um certificado digital notarizado. Isto é, a identidade de uma pessoa física ou jurídica reconhecida por um notário.

  • Se não tiver o certificado digital nessas condições, é possível conseguir por meio de um Tabelionato de Notas credenciado.
  • O processo é gratuito, e pode ser realizado tanto de forma online, por videoconferência, quanto presencialmente.
  • A autenticação de documentos é um processo muito importante para a validação de diferentes procedimentos.

É por meio desse mecanismo que pessoas físicas e jurídicas conseguem comprovar que as informações que estão no documento são verdadeiras, não apenas para as partes envolvidas, mas também, de forma pública. Garantindo mais segurança para que negociações, contratos e até autorizações sejam processadas.

Como fazer para autenticar um documento em PDF?

Cartórios de notas passam a autenticar documentos de forma digital A autenticação de documento por meio eletrônico assegurada por sistema na rede é o novo serviço disponibilizado pelos cartórios brasileiros. Agora é possível fazer a certificação de cópias de forma online pelo site, O serviço mais procurado nos cartórios de notas agora também pode ser feito pela plataforma eletrônica e-Notariado Divulgação O novo recurso também permite a materialização e a desmaterialização de autenticações em diferentes cartórios, torna mais rápido o envio do documento certificado para pessoas ou órgãos e verifica a autenticidade do arquivo digital.

O módulo da Central Notarial de Autenticação Digital (Cenad) agora está disponível no e-Notariado, a plataforma é regulamentada pelo Provimento nº 100/20 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e é gerido pelo Colégio Notarial do Brasil — Conselho Federal (CNB/CF), entidade que reúne os Cartórios de Notas do país.

A nova central foi definida pelo conselho como o único meio nacional válido para autenticação digital de documentos. Esse processo deve ser feito a partir do título original, ou seja, se for originalmente físico, o usuário deve apresentá-lo ao cartório para digitalização e, se for digital, poderá ser enviado digitalmente para autenticação.

  1. A presidente do Colégio Notarial do Brasil, Giselle Oliveira de Barros, explica que esse novo procedimento permite que o usuário trabalhe com o documento eletrônico, mas com segurança jurídica.
  2. Após o documento ser autenticado pela Cenad, ele pode ser enviado eletronicamente — por e-mail, WhatsApp ou qualquer outro meio — a órgãos públicos ou pessoas físicas e jurídicas para a concretização de negócios, tendo o mesmo valor que o documento original, físico ou digital, apresentado pelo cidadão”, conta.

O sistema e-Notariado, responsável por hospedar a Central Notarial de Autenticação, oferece ainda os serviços de assinatura digital de escrituras, procurações, atas notariais, testamentos, além de realizar separações e divórcios extrajudiciais de forma virtual.

Passo a passo Para realizar este serviço, o usuário deve solicitar a autenticação digital a um tabelionato de notas de sua preferência e enviar o documento por e-mail, caso o original seja digital. Se o documento a ser autentificado for físico, é preciso levar o impresso ao cartório para que seja digitalizado e autenticado.

Depois de receber o documento por meio da plataforma, que segue as normas de territorialidade para distribuição dos serviços, o tabelião verifica a autenticidade e a integridade do documento. A autenticação notarial irá gerar um registro na plataforma, que conterá dados do notário ou responsável que a tenha assinado, a data e hora da assinatura, e código de verificação.

O que é autenticação na internet?

Na segurança cibernética, a autenticação é o processo de verificar a identidade de alguém ou algo. A autenticação geralmente ocorre verificando uma senha, um token de hardware ou alguma outra informação que comprove a identidade.

Quando é necessário o reconhecimento de firma por autenticidade?

Existem situações nas quais o autor deve, por determinação legal, optar pelo reconhecimento por autenticidade. Ex: em contratos ou documentos de valor superior a 30 salários mínimos; em transferência de veículos automotores de qualquer valor.

O que quer dizer a palavra autenticado?

Significado de Autenticar – verbo transitivo direto Validar; reconhecer algo como verdadeiro; admitir a autenticidade, a veracidade de algo: o paleontólogo autenticou a ossada. Legitimar; reconhecer como verídico; validar de modo jurídico: o notório autenticou o documento. Etimologia (origem da palavra autenticar ). Autêntico + ar.

You might be interested:  Benefícios De Parar De Tomar Anticoncepcional

Quanto custa para autenticar um documento em BH?

Valores: –

Autenticação: R$10,10 por documento ou por folha (se o documento consistir em mais de uma folha).Autenticação de documento eletrônico (documentos emitidos e/ou conferidos via Internet): R$11,71.Cópia: R$ 0,20 por folha

Pode autenticar um documento em qualquer cartório?

Perguntas Frequentes – O que pode ser autenticado em cartório? Todo e qualquer tipo de documento, desde que o mesmo possua reconhecimento público. Como por exemplo: CNH, RG, CPF, Título de eleitor etc. Como autenticar documentos de graça? Para obter a gratuidade na autenticação de documentos, o interessado só precisará fazer uma declaração de próprio punho ou, e em caso de pessoa analfabeta a mesma deverá ser assinada por duas testemunhas.

Posso autenticar mais de um documento na mesma folha? Sim, o cartório não pode obrigar o cidadão a fazer suas cópias em folhas separadas, porém, nesse caso, os funcionários do cartório são instruídos a carimbar cada documento que estiver contido na mesma folha de papel. Posso autenticar documentos em qualquer cartório? Sim, em qualquer Cartório ou Tabelionato de Notas do país é possível você autenticar seus documentos, basta apenas que você leve os seus documentos pessoais originais e também as cópias que serão autenticadas.

Em resumo autenticar documentos em cartório é importante e simples, conferindo às cópias autenticadas o mesmo valor do original, evitando que terceiros neguem a validade do documento e fornecendo segurança jurídica às assinaturas. Para empresas, é fundamental para comprovar a legalidade de operações e proteger em disputas judiciais, mas é necessário verificar se o documento está em conformidade com as exigências do cartório,

É possível reconhecer firma em qualquer cartório?

Reconhecimento de Firma significa “reconhecimento de assinatura”.

  • Reconhecimento de Firma significa “reconhecimento de assinatura “.
  • É um serviço prestado pelo Cartório de Tabelionato de Notas ou Consulados Brasileiros em que o Tabelião (ou prepostos) ou Consul confirma que uma assinatura constante num documento é de determinada pessoa.
  • Pode ser realizado em qualquer Cartório do país ou Consulados Brasileiros (outro país) em que a pessoa que assinou o documento tenha o registro e o arquivo da sua assinatura.
  • Uma pessoa pode ter sua assinatura registrada e arquivada em vários Cartórios do país.
  • Em qualquer tipo de reconhecimento de firma (por autenticidade ou semelhança) se faz necessário o registro e arquivo do cartão de assinatura em cartório.
  • É um serviço prestado e entregue na hora.
  • Os tipos de reconhecimento de firma são:

Autêntico ou Verdadeiro – A pessoa que assinou o documento deverá comparecer ao cartório com seu documento de identificação no ato do reconhecimento de firma.

Semelhança ou Semelhante – Não é necessária a presença do interessado e qualquer pessoa pode apresentar o documento e solicitar o reconhecimento da firma. Neste momento sua assinatura é comparada com aquela arquivada no cartório.

Documentos necessários para abrir cartão de assinatura :

  • Qualquer documento de identificação original:
  • Carteira de Identidade ou Carteira de Identidade Profissional ou
  • Carteira de Habilitação
  • Certificado de Reservista ou Passaporte
  • CPF (quando não estiver informado no documento de identificação)
  • Certidão de Casamento (quando houver alteração do nome após casamento)

Documentos necessários para reconhecimento de firma :

  • Registro e arquivo do cartão de assinatura no cartório (o cartão de assinatura é aberto na hora e uma única vez)
  • Reconhecimento de firma “por autenticidade” – Presença do interessado com documento de identificação
  • Reconhecimento de firma “por semelhança” – Qualquer pessoa poderá solicitar
  • Documento original deverá estar assinado pelo interessado

Atenção :

  • JUCEG e DETRAN exigem o reconhecimento de firma “por autenticidade” (realizado somente na presença do interessado).
  • ANTES verificar no estabelecimento qual é o tipo de reconhecimento de firma exigido
  • Preencher TODO o documento ANTES do reconhecimento de firma, para agilizar a prestação do serviço
  • NÃO será realizado reconhecimento de firma em documentos:
    • em branco ou
    • parcialmente preenchido (campo do documento faltando preencher) ou
    • com datas futuras
  1. O Tabelião (ou prepostos/escreventes), se entender necessário, poderá exigir a ATUALIZAÇÃO DE ASSINATURA do interessado no cartão de autógrafo, situação essa que enquanto não normalizada, impossibilita o reconhecimento de firma.
  2. RECONHECIMENTO DE SINAL PÚBLICO
  3. Reconhecimento de Sinal Público significa “reconhecimento de assinatura do Tabelião (ou prepostos/escreventes)” que assinou um determinado documento ou serviço emitido ou realizado por cartório.
  4. Pode ser solicitado por qualquer pessoa e em qualquer Cartório de Tabelionato de Notas do país.
  5. É um serviço prestado e entregue na hora.
  6. Documentos necessários para reconhecimento de sinal público :
  • Qualquer pessoa poderá solicitar esse serviço
  • Documento original com assinatura do Tabelião (ou preposto/escrevente), de quem se fará o reconhecimento de sinal público
  • AUTENTICAÇÃO DE CÓPIAS
  • Autenticação significa confirmar que a cópia (xerox) de um determinado documento é fiel (igual) ao original conhecida como “cópia autenticada”.
  • É um serviço prestado por Cartório de Tabelionato de Notas ou Consulados Brasileiros.
  • O serviço poderá ser solicitado em qualquer parte do país e por qualquer pessoa, desde que apresente o original do documento a ser copiado.
  • É um serviço prestado e entregue na hora.
  • Os tipos de autenticação são:
  • Autenticação de cópia – o Tabelião (ou prepostos) tira a “xerox” e declara na própria cópia que é idêntica ao seu original, atribuindo a ela a mesma validade do documento verdadeiro.
  • Autenticação de cópia eletrônica – o Tabelião (ou prepostos), após análise da assinatura digital ou do código de validação /autenticação, declara que a cópia é idêntica ao documento eletrônico apresentado, atribuindo a ela a mesma validade do documento de origem.

Documentos necessários para autenticação de cópias :

  • Qualquer pessoa poderá solicitar esse serviço
  • Autenticação de cópia – Documento original de onde de extrairá a “xerox’
  • Autenticação de cópia eletrônica – Cópia do documento eletrônico com assinatura digital ou código de validação/autenticidade

: Reconhecimento de Firma significa “reconhecimento de assinatura”.

É possível fazer reconhecimento de firma online?

Na plataforma e-notariado, o usuário encaminha um documento, o assina digitalmente, e o tabelião faz a validação da assinatura via videoconferência. O termo de validação é assinado pelos envolvidos usando um certificado digital. Então, o mesmo tabelião atesta a autenticidade das assinaturas em um sistema de blockchain.

Como faço para saber se tenho firma aberta?

Outra forma de saber se você tem a firma reconhecida é ligando para o cartório de notas. Para isso você precisará informar alguns dados pessoais. Assim os profissionais do estabelecimento poderão localizar o seu cadastro no sistema e assim verificar se algum reconhecimento de firma foi feito.

You might be interested:  Salário Mínimo Coreia Do Sul

Qual o valor da autenticação no cartório RJ?

AUTENTICAÇÕES – ABERTURA DE FIRMA – RECONHECIMENTO DE FIRMA – MATERIALIZAÇÃO
Autenticação (por página ou por documento) R$ 12,93
Abertura de firma R$ 40,13
Reconhecimento de firma por autenticidade R$ 15,61
Reconhecimento de firma por semelhança R$ 12,58

Como fazer para reconhecer firma em cartório?

Em qual situação o tabelião pode recusar o reconhecimento de firma? Em qual situação o tabelião pode recusar o reconhecimento de firma? O reconhecimento de firma é o ato pelo qual o tabelião, que tem fé pública, atesta que a assinatura constante de um documento corresponde àquela da pessoa que a lançou. Ou seja, é uma declaração pela qual o tabelião confirma a autenticidade ou semelhança da assinatura de determinada pessoa em um documento.

Não se refere ao teor do documento, mas tão somente à autenticidade da assinatura. Existem dois tipos de reconhecimento de firma, por semelhança e por autenticidade. Reconhecimento de Firma por Semelhança: É o mais comum. Para que possa ser feito, é necessário que a pessoa cuja firma será reconhecida tenha ficha de firma (“firma aberta”) no cartório, ou seja, tenha sua assinatura arquivada em uma ficha no cartório.

A partir disso, o tabelião compara a assinatura apresentada com a arquivada na ficha de firma. Se a grafia for semelhante, ele reconhecerá que a assinatura do documento é semelhante ao padrão depositado no cartório. Reconhecimento de Firma por Autenticidade: Esse procedimento é o mais adequado e exigido em casos específicos.

  1. Documento de transferência de veículos, títulos de crédito e contratos com fianças e avais são alguns exemplos.
  2. Nestes casos, para ter sua firma reconhecida a pessoa deve comparecer pessoalmente ao cartório, trazendo seu RG e CPF originais, e assinar o documento na presença do tabelião.
  3. Ao fazer o reconhecimento de firma por autenticidade, o tabelião estará atestando que o interessado veio à sua presença, identificou-se e assinou o documento.

Casos em que o reconhecimento de Firmas não é realizado Para que o reconhecimento de firma seja feito, a primeira condição é a ficha de firma cadastrada no Cartório de Notas onde será realizado o ato. A ficha de firma não tem prazo de validade, mas as pessoas mudam sua assinatura com o passar dos anos e, nestes casos, é preciso comparecer novamente ao cartório, para renovar a ficha de firma.

  1. Documentos sem data, com espaços em branco ou incompletos não podem ter firma reconhecida.
  2. Por isso, antes de comparecer ao cartório, certifique-se de que todos os dados constantes no documento estão preenchidos e que não há espaços ou rasuras que possam impedir o ato.
  3. É vedada a abertura de ficha-padrão com documento de identidade que contenha aspecto que não gere segurança, como documentos replastificados, fotografia em desacordo com a aparência real do depositante ou documentos abertos, de modo que a foto esteja de forma irregular.

O cartão de firma somente pode ser preenchido na presença do tabelião ou de algum preposto autorizado, jamais podendo ser entregue a terceiros. Alameda Grajaú, 279 – Alphaville – Barueri SP [email protected] De segunda à sexta das 09h00 às 17h00 : Em qual situação o tabelião pode recusar o reconhecimento de firma?

Como fazer para autenticar um documento em PDF?

Cartórios de notas passam a autenticar documentos de forma digital A autenticação de documento por meio eletrônico assegurada por sistema na rede é o novo serviço disponibilizado pelos cartórios brasileiros. Agora é possível fazer a certificação de cópias de forma online pelo site, O serviço mais procurado nos cartórios de notas agora também pode ser feito pela plataforma eletrônica e-Notariado Divulgação O novo recurso também permite a materialização e a desmaterialização de autenticações em diferentes cartórios, torna mais rápido o envio do documento certificado para pessoas ou órgãos e verifica a autenticidade do arquivo digital.

O módulo da Central Notarial de Autenticação Digital (Cenad) agora está disponível no e-Notariado, a plataforma é regulamentada pelo Provimento nº 100/20 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e é gerido pelo Colégio Notarial do Brasil — Conselho Federal (CNB/CF), entidade que reúne os Cartórios de Notas do país.

A nova central foi definida pelo conselho como o único meio nacional válido para autenticação digital de documentos. Esse processo deve ser feito a partir do título original, ou seja, se for originalmente físico, o usuário deve apresentá-lo ao cartório para digitalização e, se for digital, poderá ser enviado digitalmente para autenticação.

  • A presidente do Colégio Notarial do Brasil, Giselle Oliveira de Barros, explica que esse novo procedimento permite que o usuário trabalhe com o documento eletrônico, mas com segurança jurídica.
  • Após o documento ser autenticado pela Cenad, ele pode ser enviado eletronicamente — por e-mail, WhatsApp ou qualquer outro meio — a órgãos públicos ou pessoas físicas e jurídicas para a concretização de negócios, tendo o mesmo valor que o documento original, físico ou digital, apresentado pelo cidadão”, conta.

O sistema e-Notariado, responsável por hospedar a Central Notarial de Autenticação, oferece ainda os serviços de assinatura digital de escrituras, procurações, atas notariais, testamentos, além de realizar separações e divórcios extrajudiciais de forma virtual.

Passo a passo Para realizar este serviço, o usuário deve solicitar a autenticação digital a um tabelionato de notas de sua preferência e enviar o documento por e-mail, caso o original seja digital. Se o documento a ser autentificado for físico, é preciso levar o impresso ao cartório para que seja digitalizado e autenticado.

Depois de receber o documento por meio da plataforma, que segue as normas de territorialidade para distribuição dos serviços, o tabelião verifica a autenticidade e a integridade do documento. A autenticação notarial irá gerar um registro na plataforma, que conterá dados do notário ou responsável que a tenha assinado, a data e hora da assinatura, e código de verificação.

Qual é o cartório para reconhecer firma?

Para reconhecer firma você precisa ir diretamente em um cartório de Notas. Nele, o Tabelião fará toda o processo de reconhecer a sua assinatura e autenticá-la.

Quanto custa para autenticar um documento em BH?

Valores: –

Autenticação: R$10,10 por documento ou por folha (se o documento consistir em mais de uma folha).Autenticação de documento eletrônico (documentos emitidos e/ou conferidos via Internet): R$11,71.Cópia: R$ 0,20 por folha