37 Semanas Faltam Quantos Dias Para O Parto

Quando chega a 37ª semana de gestação, a expectativa para a chegada do bebê fica cada vez maior. Os últimos dias da gravidez são de muita ansiedade e, ao mesmo tempo, de preparação para a chegada do novo membro da família. Mas, afinal, quantos dias faltam para o parto?

A resposta não é tão simples, pois cada gestação é única e o tempo de duração pode variar de mulher para mulher. A gravidez normalmente dura entre 37 e 42 semanas, sendo que a maioria dos bebês nasce entre as 39 e 41 semanas. Porém, é importante lembrar que o parto pode ocorrer antes ou depois desse período sem que seja considerado prematuro ou pós-termo.

É comum as mulheres sentirem sinais de que o parto está próximo quando atingem as 37 semanas de gestação. Entre esses sinais, estão as contrações mais intensas e frequentes, o aumento da pressão na região pélvica, a perda do tampão mucoso e o aumento da vontade de urinar. No entanto, mesmo que esses sinais estejam presentes, não significa que o parto irá acontecer imediatamente.

Portanto, é preciso ter paciência e estar preparada tanto física quanto emocionalmente para o momento do parto. É importante fazer o acompanhamento pré-natal regularmente e seguir as orientações do médico. Além disso, é recomendado ter uma mala pronta com os itens necessários para a maternidade e manter contato com o médico para tirar dúvidas ou relatar qualquer sinal de trabalho de parto.

Contents

O Que Significa Estar com 37 Semanas de Gravidez?

Quando uma mulher está com 37 semanas de gravidez, isso significa que ela está no final do seu terceiro trimestre e está se aproximando do momento do parto. Nesta fase, o bebê já está completamente formado e pronto para nascer.

Desenvolvimento do Bebê

Ao chegar às 37 semanas de gravidez, o bebê já atingiu um desenvolvimento quase completo. Ele está com cerca de 48 a 51 centímetros de comprimento e pesa em torno de 2,7 a 3,4 quilogramas. Todos os órgãos e sistemas do bebê estão funcionando perfeitamente, e ele está ganhando mais gordura para se preparar para o nascimento.

Sinais e Sintomas

  • A mulher pode começar a sentir um aumento na frequência das contrações de Braxton Hicks, que são contrações irregulares e indolores que ajudam a preparar o útero para o trabalho de parto;
  • O bebê pode estar encaixado na pélvis da mãe, o que pode causar um desconforto adicional;
  • A mulher pode ter dificuldade para dormir devido ao desconforto da barriga grande e ao aumento da necessidade de urinar;
  • A mulher pode sentir um aumento na fadiga e cansaço, devido ao peso da barriga;
  • A mulher pode começar a ter um corrimento vaginal mais espesso, indicando que o corpo está se preparando para o parto.

Preparação para o Parto

Quando uma mulher está com 37 semanas de gravidez, é importante começar a se preparar para o parto. Ela deve conversar com o médico sobre o plano de parto e tirar todas as suas dúvidas. Além disso, ela pode começar a arrumar a bolsa de maternidade com os itens essenciais para a estadia no hospital.

You might be interested:  Teste De Gravidez Caseiro Com Limão

Também é um bom momento para a mulher fazer as últimas consultas de pré-natal, verificar a posição do bebê e se informar sobre os sinais de trabalho de parto.

Conclusão

Chegar às 37 semanas de gravidez significa que a mulher está quase na reta final da gestação. Nesse estágio, o bebê está totalmente formado e pronto para nascer. A mulher pode começar a sentir sinais e sintomas do parto iminente, e é importante estar preparada para a chegada do bebê.

A Proximidade do Parto

A chegada do bebê está cada vez mais próxima! Com 37 semanas de gestação, você está oficialmente a poucos dias de dar à luz. Essa é uma fase emocionante e repleta de expectativas para muitos pais. É importante estar preparado e ciente do que pode acontecer durante esse período.

Sinais de que o parto está se aproximando

  • Contrações mais frequentes e intensas;
  • Dilatação do colo do útero;
  • Expulsão do tampão mucoso;
  • Diminuição dos movimentos fetais;
  • Ruptura da bolsa amniótica;
  • Sensação de pressão na região pélvica.

É importante lembrar que cada gestação é única e os sinais de que o parto está se aproximando podem variar de mulher para mulher. Caso você tenha qualquer dúvida ou preocupação, não hesite em entrar em contato com o seu médico ou equipe de obstetrícia.

Preparando-se para a chegada do bebê

Com a proximidade do parto, é essencial que você esteja com tudo pronto para receber o seu bebê. Alguns aspectos importantes a considerar são:

  • Ter a mala da maternidade pronta com as roupas e itens necessários tanto para você quanto para o bebê;
  • Conhecer a rota e tempo de deslocamento até o hospital ou maternidade;
  • Conversar com o médico sobre a opção de parto e coletar todas as informações necessárias;
  • Garantir que todos os documentos estejam organizados e prontos para serem levados ao hospital;
  • Montar o quarto do bebê e organizar os itens essenciais, como berço, trocador e roupinhas;
  • Conversar e trocar informações com outros pais que já passaram por esse processo.

Os últimos dias de gestação

Os últimos dias antes do parto podem ser um momento de ansiedade e expectativa. É importante tentar relaxar e aproveitar esse momento especial antes do nascimento do seu bebê. Procure descansar, se alimentar adequadamente e se manter hidratada.

Também é válido fazer atividades que proporcionem prazer e bem-estar, como caminhar, praticar ioga ou meditação. Lembre-se de que cuidar do seu corpo e da sua mente é fundamental nesse momento.

Esteja preparada para possíveis mudanças de planos e fique tranquila se o parto não ocorrer exatamente como o esperado. O mais importante é que você e o seu bebê estejam saudáveis e recebam os cuidados necessários durante o nascimento.

Atividades para os últimos dias de gestação:
– Descansar;
– Alimentar-se adequadamente;
– Hidratar-se;
– Praticar atividades de relaxamento, como ioga ou meditação.

Desenvolvimento do Bebê

O desenvolvimento do bebê durante as 37 semanas de gestação é surpreendente. A cada semana, o feto passa por mudanças significativas e se prepara para a vida fora do útero.

1ª semana:

No início da gravidez, o bebê é apenas um óvulo fertilizado que está se dividindo rapidamente. Ele se implanta no revestimento do útero e começa a crescer.

2ª a 4ª semanas:

O embrião começa a se formar. Os órgãos vitais, como coração, cérebro, pulmões e rins, começam a se desenvolver. O sistema circulatório também começa a se formar.

5ª a 8ª semanas:

O bebê começa a se parecer mais com um ser humano. Seus membros se desenvolvem e os olhos e ouvidos começam a se formar. O coração está batendo e é possível ouvir o seu som durante um ultrassom.

9ª a 12ª semanas:

O bebê está em constante crescimento e desenvolvimento. Nessa fase, os órgãos estão quase completamente formados e o bebê começa a se mover. Os genitais também começam a se desenvolver.

13ª a 16ª semanas:

Nesse período, o bebê está praticando seus movimentos e os ossos estão ficando mais fortes. O lanugo, uma fina camada de pelos, começa a cobrir o corpo do bebê.

17ª a 20ª semanas:

Os músculos e ossos do bebê estão ficando mais fortes e ele está crescendo rapidamente. O bebê começa a ouvir sons externos e a mãe pode sentir os seus movimentos.

21ª a 24ª semanas:

O bebê está se tornando mais ativo e seus órgãos estão amadurecendo. O bebê também está desenvolvendo um padrão de sono e vigília.

25ª a 28ª semanas:

O bebê está ganhando peso rapidamente e seus sentidos estão se aprimorando. Ele pode abrir e fechar os olhos, sentir o sabor do líquido amniótico e reagir a estímulos externos.

29ª a 32ª semanas:

A pele do bebê está ficando mais opaca e ele está ganhando mais gordura. Os pulmões estão se desenvolvendo e o bebê está praticando a respiração. O bebê também começa a assumir uma posição mais voltada para baixo.

You might be interested:  Com Quantas Semanas O Bebê Fica Acima Do Umbigo

33ª a 36ª semanas:

O bebê está quase pronto para nascer. Ele está ganhando peso rapidamente e se preparando para a vida fora do útero. Nessa fase, o bebê pode estar em posição de cabeça para baixo, pronta para o parto.

37 semanas:

Nessa fase, o bebê já está completamente formado e pronto para o nascimento. A mãe pode sentir contrações mais frequentes e o bebê pode estar encaixado na pelve, se preparando para o trabalho de parto.

O desenvolvimento do bebê ao longo das 37 semanas de gestação mostra o quão incrível é o processo de formação de uma vida. É importante cuidar da saúde durante a gravidez para garantir um bom desenvolvimento do bebê.

Sintomas Comuns Nesta Fase da Gravidez

Sintomas Comuns Nesta Fase da Gravidez

1. Aumento do peso

Durante a fase de 37 semanas de gravidez, é comum que a gestante tenha ganhado um peso significativo. Isso ocorre devido ao crescimento do bebê, ao aumento do volume de sangue e ao acúmulo de líquidos no corpo da mulher. É importante manter uma alimentação saudável e equilibrada, evitando o ganho excessivo de peso.

2. Dor nas costas

A dor nas costas é um sintoma muito comum nesta etapa da gravidez, devido ao peso da barriga e às alterações na postura. É aconselhável praticar exercícios de alongamento e fortalecimento da musculatura das costas, além de procurar alternativas para o alívio da dor, como massagens e uso de almofadas de apoio.

3. Cansaço e falta de disposição

Com o avanço da gravidez, é normal que a gestante se sinta mais cansada e com menos energia para realizar tarefas do dia a dia. O corpo está se preparando para o parto e é importante respeitar os limites físicos, descansando sempre que possível.

4. Azia e má digestão

O aumento do útero comprime o estômago, causando desconforto e azia na gestante. Para aliviar esses sintomas, é recomendado fazer refeições menores e mais frequentes, evitar alimentos gordurosos e condimentados, além de evitar deitar-se logo após as refeições.

5. Dificuldade para dormir

Com a barriga grande e a necessidade de fazer mais xixi durante a noite, muitas gestantes têm dificuldade para dormir. É aconselhável utilizar travesseiros de apoio, buscar uma posição mais confortável e criar um ambiente propício para o sono, como um quarto escuro e tranquilo.

6. Edemas e inchaço

O acúmulo de líquidos no corpo é comum nesta fase da gravidez, principalmente nas pernas, tornozelos e pés. Para aliviar o inchaço, é importante descansar com as pernas elevadas sempre que possível, evitar ficar em pé por longos períodos e usar meias de compressão, se recomendado pelo médico.

7. Contratilidades de Braxton Hicks

As contrações de Braxton Hicks são contrações irregulares que preparam o útero para o trabalho de parto. Elas podem se tornar mais frequentes e mais intensas nesta fase da gravidez. É importante saber diferenciá-las das contrações reais, que indicam o início do trabalho de parto.

8. Alterações no sistema gastrointestinal

Nesta fase da gravidez, é comum que a gestante apresente prisão de ventre, devido ao aumento do nível de progesterona no organismo, que causa um relaxamento dos músculos do sistema digestivo. É importante manter uma dieta rica em fibras, beber bastante água e praticar atividade física regularmente para minimizar esse desconforto.

9. Aumento da frequência urinária

Com o crescimento do útero, a pressão exercida sobre a bexiga aumenta, fazendo com que a gestante sinta necessidade de urinar mais vezes. É importante manter uma hidratação adequada, mas é aconselhável evitar beber grandes quantidades de líquido próximo ao horário de dormir.

10. Variações de humor

O aumento dos hormônios durante a gravidez pode causar variações de humor na gestante. É importante que o parceiro e familiares compreendam e apoiem a gestante nessa fase, procurando estar sempre disponíveis para ouvir e apoiar emocionalmente.

Preparação para o Parto

1. Conheça as etapas do trabalho de parto

É importante entender as diferentes etapas do trabalho de parto para estar preparada para o que está por vir. As etapas incluem: dilatação do colo do útero, período expulsivo e delivramento da placenta.

Durante a dilatação, o colo do útero se abre para permitir a passagem do bebê. No período expulsivo, a mãe faz força para empurrar o bebê para fora. Após o nascimento do bebê, ocorre o delivramento da placenta.

2. Faça exercícios de fortalecimento

É recomendado fazer exercícios de fortalecimento do assoalho pélvico para preparar o corpo para o parto. Esses exercícios ajudam a fortalecer os músculos que sustentam o útero, bexiga e intestino, além de melhorar a circulação na região pélvica.

3. Aprenda técnicas de respiração e relaxamento

Técnicas de respiração e relaxamento podem ajudar a lidar com a dor e facilitar o processo de parto. É recomendado aprender técnicas de respiração profunda e relaxamento muscular para controlar a ansiedade e promover o relaxamento durante as contrações.

You might be interested:  17° Semana De Gravidez São Quantos Meses Babycenter

4. Converse com o médico

É importante conversar com o médico sobre o plano de parto. Discuta suas preferências em relação ao tipo de parto, analgesia, posicionamento durante o trabalho de parto, entre outros aspectos. O médico poderá esclarecer suas dúvidas e orientá-la sobre as melhores escolhas para o seu caso.

5. Monte o kit de maternidade

Prepare o kit de maternidade com antecedência. Coloque nele itens como roupas para o bebê, fraldas, produtos de higiene, documentos necessários, entre outros itens essenciais para o parto e os primeiros dias do bebê.

6. Cuide da alimentação

Uma alimentação balanceada e saudável é fundamental durante a gestação e também para o parto. Certifique-se de consumir alimentos ricos em nutrientes e evite alimentos processados e com alto teor de açúcar. Consulte um nutricionista para obter orientações específicas.

7. Informe-se sobre os sinais de trabalho de parto

É importante saber reconhecer os sinais de trabalho de parto para poder agir de acordo. Fique atenta a contrações regulares e progressivas, ruptura da bolsa amniótica, perda do tampão mucoso e aumento da intensidade das dores nas costas e na região pélvica.

8. Montar uma equipe de apoio

Ter uma equipe de apoio durante o parto pode fazer toda a diferença. Pense em quem você gostaria de ter ao seu lado durante esse momento importante e converse com eles sobre sua expectativas e desejos. Considere também a contratação de uma doula, que é uma profissional treinada para dar suporte emocional e físico durante o parto.

Itens do kit de maternidade
Roupas para o bebê
Fraldas descartáveis
Sabonete líquido para bebê
Toalhas de banho
Escovinha e pente para cabelo
Chupetas
Lanternas e pilhas extras
Documentos da mãe e do bebê

Os Riscos e Cuidados Nesta Etapa

Riscos

Ao chegar às 37 semanas de gestação, é importante estar ciente dos possíveis riscos e complicações que podem surgir nesta fase. Alguns dos riscos mais comuns incluem:

  • Pré-eclâmpsia: uma condição caracterizada por pressão alta, inchaço e presença de proteína na urina
  • Romper das membranas: quando o líquido amniótico que envolve o bebê vaza ou se rompe antes do início do trabalho de parto
  • Hemorragia pós-parto: perda de sangue significativa após o parto
  • Infecções: como infecção urinária ou infecção no útero
  • Complicações respiratórias: em alguns casos, o bebê pode ter dificuldade em respirar ou desenvolver problemas respiratórios

Cuidados

Para garantir uma gravidez saudável até o final e um parto seguro, alguns cuidados importantes devem ser seguidos nesta etapa:

  • Realizar exames médicos regularmente para monitorar a saúde da mãe e do bebê
  • Seguir uma dieta equilibrada e nutritiva, rica em vitaminas e minerais essenciais
  • Evitar atividades físicas intensas e excessivas que possam causar estresse ao corpo
  • Descansar adequadamente e procurar manter uma rotina de sono regular
  • Evitar o consumo de álcool, cigarro e outras substâncias prejudiciais
  • Tomar os medicamentos prescritos pelo médico de forma correta e seguir as orientações médicas
  • Manter-se hidratada, bebendo bastante água ao longo do dia
  • Reduzir o estresse e encontrar maneiras de relaxar, como praticar técnicas de respiração e meditação

Vale ressaltar que cada gestação é única e que o acompanhamento médico é fundamental para identificar possíveis riscos específicos e fornecer os melhores cuidados individualizados.

FAQ:

Quais são os sinais de que o parto está próximo?

Alguns sinais de que o parto está próximo são: aumento das contrações, perda do tampão mucoso, dilatação do colo do útero, rompimento da bolsa d’água e sensação de pressão na região pélvica.

É possível planejar o dia exato do parto?

Não é possível planejar o dia exato do parto, pois cada gestação é única e cada bebê tem seu próprio ritmo de desenvolvimento. O parto ocorre quando o corpo da mãe e o bebê estão prontos.

Quantos dias faltam, em média, para o parto quando se está com 37 semanas de gestação?

Quando se está com 37 semanas de gestação, faltam aproximadamente 21 dias para o parto. Vale ressaltar, no entanto, que cada gravidez é diferente e o parto pode ocorrer a qualquer momento entre as 37 e 42 semanas.

Quais são os cuidados que devem ser tomados nas últimas semanas de gestação?

Alguns cuidados importantes nas últimas semanas de gestação incluem: realizar consultas de pré-natal regularmente, descansar bastante, alimentar-se de forma saudável, evitar atividades físicas intensas, monitorar os movimentos do bebê e preparar as malas para a maternidade.

Quais são os riscos de um parto prematuro?

Um parto prematuro pode apresentar alguns riscos para o bebê, como problemas respiratórios, dificuldades na alimentação e maior suscetibilidade a infecções. Além disso, também pode haver complicações para a mãe, como sangramento excessivo e maior risco de lesões no parto.

Quantos meses tem uma gestação?

Uma gestação completa dura em torno de 9 meses, ou seja, 37 semanas.