Qual é o significado de sonhar com Ogum?

Sonhar com orixá Ogum – Sonhar com orixá Ogum revela que em breve você conseguirá uma vitória importante em alguma esfera de sua vida, seja ela profissional ou relacional. Para isso, você terá que encarar algum desafio de frente, sem desistir de seus propósitos, inclusive com alguma teimosia.

Quando Ogum aparece?

Ogum: quem é e o seu significado (na Umbanda, Candomblé e Sincretismo) Ogum é uma divindade de origem africana (orixá) cultuado em religiões afro-brasileiras, como a umbanda e o candomblé. Ogum é o orixá guerreiro, conhecido pela sua coragem e força.

Aliás, em iorubá, grupo étnico-linguístico da África Ocidental, Ogum significa guerra. Ogum é senhor da metalurgia, tendo domínio sobre o ferro e o aço e todas as ferramentas feitas com esses materiais, como a lança, o martelo, a faca, a ferradura e a enxada. É um orixá associado à luta e também ao trabalho, patrono tanto dos militares quanto dos trabalhadores braçais (sobretudo os ferreiros).

Seu símbolo é a espada e suas cores são o vermelho (na umbanda), o azul, o branco e o verde (no candomblé). No sincretismo das religiões afro-brasileiras, Ogum é associado a São Jorge, o cultuado Santo Guerreiro da religião católica. Por isso, comemora-se o dia de Ogum no mesmo dia de São Jorge: 23 de abril, Ogum incorporado em terreiro de candomblé na cidade de Salvador, na Bahia. Embora não seja um orixá agrícola, Ogum tem uma conexão com o plantio e a colheita, porque foi ele quem fez as primeiras ferramentas utilizadas na agricultura, como a enxada e a foice. No sincretismo, São Jorge é associado a Ogum. Saiba o significado da expressão,

Qual é a energia de Ogum?

Ele afasta a desordem e o caos e corta a atuação de energias negativas, tudo a partir do equilíbrio íntimo das pessoas, perante a Lei Divina. Ogum é Orixá da guerra, da coragem e da proteção. Protege templos, casas e caminhos. Apesar da imagem de guerreiro temido, Ogum é considerado a vida em toda a sua plenitude!

Como Ogum se manifesta?

As Características Dos Filhos De Ogum São conquistadores, incapazes de fixar-se num mesmo lugar, gostando de temas e assuntos novos, conseqüentemente apaixonados por viagens, mudanças de endereço e de cidade. Um trabalho que exija rotina, tornará um filho de Ogum um desajustado e amargo.

  1. São apreciadores das novidades tecnológicas, são pessoas curiosas e resistentes, com grande capacidade de concentração no objetivo em pauta; a coragem é muito grande.
  2. Os filhos de Ogum custam a perdoar as ofensas dos outros.
  3. Não são muito exigentes na comida, no vestir, nem tão pouco na moradia, com raras exceções.

São amigos camaradas, porém estão sempre envolvidos com demandas. Divertidos, despertam sempre interesse nas mulheres, tem seguidos relacionamentos sexuais, e não se fixam muito a uma só pessoa até realmente encontrarem seu grande amor. São pessoas determinadas e com vigor e espírito de competição.

  1. Mostram-se líderes natos e com coragem para enfrentar qualquer missão, mas são francos e, às vezes, rudes ao impor sua vontade e idéias.
  2. Arrependem-se quando vêem que erraram, assim, tornam-se abertos a novas idéias e opiniões, desde que sejam coerentes e precisas.
  3. As pessoas de Ogum são práticas e inquietas, nunca “falam por trás” de alguém, não gostam de traição, dissimulação ou injustiça com os mais fracos.

Veja a continuação do artigo na próxima página Nenhum filho de Ogum nasce equilibrado. Seu temperamento, difícil e rebelde, o torna, desde a infância, quase um desajustado. Entretanto, como não depende de ninguém para vencer suas dificuldades, com o crescimento vai se libertando e acomodando-se às suas necessidades.

  • Quando os filhos de Ogum conseguem equilibrar seu gênio impulsivo com sua garra, a vida lhe fica bem mais fácil.
  • Se ele conseguisse esperar ao menos 24 hs.
  • Para decidir, evitaria muitos revezes, muito embora, por mais incrível que pareça, são calculistas e estrategistas.
  • Contar até 10 antes de deixar explodir sua zanga, também lhe evitaria muitos remorsos.

Seu maior defeito é o gênio impulsivo e sua maior qualidade é que sempre, seja pelo caminho que for, será sempre um Vencedor. A sua impaciência é marcante. Tem decisões precipitadas. Inicia tudo sem se preocupar como vai terminar e nem quando. Está sempre em busca do considerado o impossível.

Ama o desafio. Não recusa luta e quanto maior o obstáculo mais desperta a garra para ultrapassá-lo. Como os soldados que conquistavam cidades e depois a largavam para seguir em novas conquistas, os filhos de Ogum perseguem tenazmente um objetivo: quando o atinge, imediatamente o larga e parte em procura de outro.

É insaciável em suas próprias conquistas. Não admite a injustiça e costuma proteger os mais fracos, assumindo integralmente a situação daquele que quer proteger. Sabe mandar sem nenhum constrangimento e ao mesmo tempo sabe ser mandado, desde que não seja desrespeitado.

  1. Adapta-se facilmente em qualquer lugar.Come para viver, não fazendo questão da qualidade ou paladar da comida.
  2. Por ser Ogum o Orixá do Ferro e do Fogo seu filho gosta muito de armas, facas, espadas e das coisas feitas em ferro ou latão.
  3. É franco, muitas vezes até com assustadora agressividade.
  4. Não faz rodeio para dizer as coisas.

Não admite a fraqueza e a falta de garra. Veja a continuação do artigo na próxima página Têm um grave conceito de honra, sendo incapazes de perdoar as ofensas sérias de que são vítimas. São desgarrados materialmente de qualquer coisa, pessoas curiosas e resistentes, tendo grande capacidade de se concentrar num objetivo a ser conquistado, persistentes, extraordinária coragem, franqueza absoluta chegando à arrogância.

Quando não estão presos a acessos de raiva, são grandes amigos e companheiros para todas as horas. É pessoa de tipo esguio e procura sempre manter-se bem fisicamente. Adora o esporte e está sempre agitado e em movimento, tendem a ser musculosos e atléticos, principalmente na juventude, tendo grande energia nervosa que necessita ser descarregadas em qualquer atividade que não implique em desgastes físicos.

Sua vida amorosa tende a ser muito variada, sem grandes ligações fixas, mas sim superficiais e rápidas. Por Pai Pedro de Ogum : As Características Dos Filhos De Ogum

Quem é Ogum na espiritualidade?

Ogum é o orixá guerreiro que não abandona suas causas e não foge do campo de batalha. Filho de Iemanjá e irmão de Exu e Oxóssi.

O que o Ogum faz na vida da pessoa?

Ogum é um orixá costumeiramente associado à guerra e ao fogo. Sendo geralmente representado sob a figura de um guerreiro, Ogum estabelece um arquétipo de luta e conquista aos que se dedicam à sua adoração. Seu grau de importância é tamanho, pois ele é o orixá que possui maior proximidade com os seres humanos depois de Exu.

  • Conhecedor de segredos, ele sabe muito bem como fabricar os instrumentos necessários para a batalha e para o trabalho com a terra.
  • Por conta dessas habilidades, observamos que as várias representações dessa divindade costumam colocá-lo empunhando uma espada, uma enxada ou uma pá.
  • De acordo com a mitologia africana, Ogum era filho do rei Odudua, fundador da cidade de Ifé.

Apesar de viver os privilégios de um príncipe, Ogum era uma figura bastante inquieta e gostava muito de representar seu pai nas lutas pela conquista de novos territórios. Logo assim, ele se tornou uma divindade que inspira a constante tomada de atitudes.

Nas várias descrições que tentam falar sobre Ogum, percebemos que o mesmo aglomera um claro universo de comportamentos impulsivos e, ao mesmo tempo, pragmáticos. Ao mesmo tempo em que luta com bravura e se entrega ao amor intensamente, Ogum também é bastante reconhecido pelo seu gosto pela presença dos amigos e a alegria de viver.

Apesar de ser tão temperamental como seu irmão, o orixá Exu, este não possui a mesma sagacidade e malícia. As oferendas dedicadas a Ogum são costumeiramente organizadas durante as terças-feiras, dia em que é feita sua consagração. Praticamente todas as danças que evocam a figura deste orixá são marcadas por gestos de luta.

You might be interested:  Sonhar Que Levei Um Tiro Na Cabeça E Não Morri

Além disso, os alimentos que são elaborados para suas oferendas não possuem uma preparação muito complexa. No ritual jeje, Ogum é equivalente ao vodum Doçu. Já entre os praticantes do rito angola, esse mesmo orixá é conhecido como Roxo Mucumbe ou Incoce. Em terras brasileiras, Ogum acabou sendo facilmente associado à história dos vários santos guerreiros que integram o cristianismo.

Nessa situação sincrética, acabou sendo relacionado à imagem de São Jorge, principalmente na cidade do Rio de Janeiro. Essa aproximação pode ser historicamente reconhecida na Guerra do Paraguai, quando vários negros participantes do conflito professaram que a vitória na Batalha de Humaitá teria sido fruto da proteção do santo que simbolizava o orixá.

Por Rainer Sousa Graduado em História Equipe Brasil Escola Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja: SOUSA, Rainer Gonçalves. “Ogum”; Brasil Escola, Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/religiao/ogum.htm.

Acesso em 05 de setembro de 2023.

Quem Ogum protege?

Protege os agricultores, os soldados, os artesãos e seus filhos e todas as pessoas que pedem a sua ajuda nas lutas, na justiça ou até mesmo por melhores condições de vida. Orixá do elemento terra, Ogum é pleno de energia e empreendedor e suas decisões são rápidas.

Qual é a cor da guia de Ogum?

Guia de Proteção para Ogum, Protetor de Áries Contas nas cores : azul-escuro, vermelho e preto. Faça em uma terça-feira, deixe dentro de um copo com água e sal por 24 horas e coloque-o para secar ao ar livre.

Quais são as entidades de Ogum?

MAS E OS CABOCLOS – Apesar da Linha de Oxalá não ter Caboclos, temos os Pretos-Velhos que ocupam o espaço das entidades que dão consulta (assim como os erês). No caso de outras linhas acabamos encontrando mais os caboclos mesmo, como na Linha de Oxóssi, de Xangô e de Ogum.

  1. A diferença do falangeiro para o guia-espiritual geralmente se dá no propósito de que o Guia geralmente (mas nem sempre) teve vivência espiritual, tem certa compreensão (mesmo que alguns encantados tenham de forma limitada) da vida humana e dão consulta para ajudar as pessoas.
  2. Desta forma um Caboclo de Ogum que se manifesta terá, por definição, dar consulta a quem precisar.

O problema é que tanto falangeiros quanto caboclos acabam trazendo nomes parecidos, então teremos outro tipo de confusão. Confusão essa que não existiria se os médiuns parassem de perseguir bobagens e se focassem num estudo sério e na consulta com os guias espirituais.

  1. No caso da Linha de Ogum, na Linha de Demanda, encontramos os Falangeiros que trazem nomes como: Ogum Beira-Mar, Ogum Matinata, Ogum 7 Espadas, Ogum Delê, etc.
  2. Também encontramos os caboclos Caboclo Peito de Aço, Caboclo Sete Lanças, Caboclo Rompe-Ferro, Caboclo Rompe-Mato, Caboclo Beira Mar, Caboclo 7 Espadas.

Percebam que há um problema na nomenclatura, alguns caboclos e falangeiros tem nomes parecidos, como o exemplo do Rompe-Mato, Beira-Mar e 7 Espadas. Como sei quando é um caboclo ou um falangeiro? O caboclo fala e suas frases possuem sentido. O falangeiro dá brados e entoa sons que nem sempre fazem sentido.

  • No caso dos nomes o falangeiro raramente dá o nome falando, quem traz o nome dele é o guia-chefe de coroa do médium ou os guias-chefes do terreiro.
  • Dentro da nomenclatura ainda o falangeiro atende só como Ogum Beira-Mar ou Beira-Mar, Ogum Rompe-Mato ou só Rompe-Mato e Ogum 7 Espadas ou só 7 Espadas.
  • No caso dos caboclos eles vão atender com a palavra caboclo antes do nome e se identificarão desta forma: Caboclo Rompe-Mato, Caboclo Beira-Mar, Caboclo 7 Espadas.

E ainda há casos que o caboclo é tão próximo da energia do orixá, mas ainda não é um falangeiro que ele põe o nome do Orixá a frente: “Eu sou Caboclo Ogum 7 Espadas”! Existem ainda os falangeiros de Xangô, que trazem o nome Xangô à frente e mais raramente os de Oxóssi, que nem sempre se manifestam, pois os caboclos acabam tendo uma relevância maior nesse sentido.

Então Xangô 7 Pedreiras é um falangeiro de Xangô, Oxóssi das Matas é um falangeiro de Oxóssi. Caboclo 7 Pedreiras é um caboclo de Xangô, Caboclo das Matas é um caboclo de Oxóssi. Isso também é verídico para as demais linhas, como dos ventos, das águas, etc. Porém existem nuances nessas linhas que não dão para serem explicadas em poucas linhas.

Agora que você já sabe o que é um falangeiro e o que é um caboclo, creio que terá mais responsabilidade quando estiver tratando com essas forças. Saravá a Umbanda! Saravá Ogum! Conheça mais sobre a Linha de Demanda em nosso curso “Ogum: A Linha de Demanda” Conheça mais sobre a Linha das Águas em nosso curso “Linha das Águas: Iemanjá, Oxum e Nanã”.

O quê Ogum gosta de receber?

Resumo – Comida de santo são comidas feitas em terreiros com muitas cerimonias ritualísticas, tais como: rezas, evocações e cantigas oferecidas aos santos. As mesmas são feitas por cozinheira de terreiros (Yabasse), e essas comidas são chamadas de comida de axé.

Mostrando que a culinária brasileira tem grande influencia dos terreiros trazidos pelos africanos. As comidas são feita um patê e oferecida ao santo estendida numa esteira de palha colocadas em um alguidar e o restante e oferecido às pessoas que estão presente. No orixá ogum (São Jorge no sincretismo) é um orixá dono do ferro e do fogo suas cores são verde, vermelho e branco, em muitos terreiros, porém a usa-se só o vermelho.

Alguns ingredientes são utilizados tendo suas simbologias o dendê significa o sangue vegetal o axé da realização e o mel significa purificação. A comida oferecida para ogum é a feijoada com feijão preto ou farofa de feijão fradinho feitos de forma mais rustica.

Tendo na sua oferenda objetos, bebidas, frutas, imagem do santo que está relacionado ao orixá. Essas oferendas antigamente eram feitas e colocadas em rios e cachoeiras havendo poluição ambiental. Atualmente houve uma mudança neste conceito, às oferendas são oferecidas em barracões, principalmente adorado nas comemorações de 23 de abril, onde é feita uma bela feijoada para Ogum.

Assim, pode-se afirmar que a culinária brasileira é muito grata aos nossos antepassados do continente africano, comidas ricas em especiarias, de um aroma sem igual e de cores maravilhosas e uma bela apresentação. Palavras-chave: comidas e tradições; cultura afro-descendente; gastronomia

Como identificar um filho de Ogum?

A espiritualidade dos filhos de OGUM – Agência Incomparáveis Mãe e Cigana Lira Ogum é um orixá representado pela figura de um guerreiro. Ele e considerado o orixá que possui a maior proximidade com seres humanos depois de Exú. Ogum é um temido guerreiro que sempre lutou sem parar contra todos que desafiassem ou procurassem pela sua fúria.

  • É também irmão amoroso e filho de Iemanjá, irmão mais velho de Exú, e Oxóssi, pelo qual sempre teve grande estima, ele que fez as suas próprias armas com as suas mãos.
  • O Orixá Ogum, rege o trono masculino da Lei e da Ordem em um dos 7 tronos sagrados na Umbanda, o polo magnético positivo é ocupado por Ogum e o polo magnético negativo feminino é ocupado por Iansã neste trono.

O elemento de Ogum é o ar, por tanto, na linha pura do ar elemental só temos Ogum e Iansã como regentes. Ogum é um aplicador da lei e age com a mesma flexibilidade rigidez e firmeza. Ele é correto em todas suas condutas e não admite que tenha outro caminho sem ser o certo.

  1. Onde estiver Ogum, lá estarão os olhos da Lei.
  2. Sincretismo Religioso No sincretismo religioso, Ogum representa São Jorge da Capadócia, região que é parte da Turquia.
  3. Jorge perdeu o pai militar numa batalha e, tendo muita habilidade com armas, entrou para o exército romano, recebendo o título de Conde da Capadócia e o cargo de Tribuno Militar.

Com o passar do tempo, Jorge converte-se ao cristianismo e levanta-se contra a proposta da corte de matar os Cristão. Revoltado o imperador Deocleciano, manda torturar várias vezes Jorge, na tentativa de ele desistir da fé cristã. Quando vê que ele resistiu a todas as torturas e não negou a Jesus, manda degolá-lo em 23 de abril de 303, data em que é comemorado o Dia de São Jorge, o Guerreiro da Capadócia.

  • Segundo uma lenda, existia um dragão com asas que comia pessoas da cidade, e envenenava milhares de pessoas somente com o seu hálito.
  • Para salvar uma donzela que ia ser oferecida ao dragão, Jorge parte com o seu cavalo branco e consegue matar o dragão com a sua espada.
  • Simbolicamente, esse dragão representa o mal, o ego humano que é destruído pela fé cristã.
You might be interested:  Sonhar Que Esta Caindo Na Agua

Características de Ogum Ogum é um Orixá costumeiramente associado a guerra e ao fogo. Sendo geralmente representado sobre a figura de um guerreiro, Ogum estabelece um arquétipo de luta e conquista aos que dedicam a sua oração. O seu grau de importância é tamanho, pois ele é o Orixá que possui maior proximidade com seres humanos depois de Exu.

  • Conhecedor de segredos, ele sabe muito bem como fabricar os instrumentos necessários para a guerra e para o trabalho com a terra.
  • Ele é a figura do comandante supremo, quem necessitar de proteção em momentos de perigo chame por Ogum, pois esse Orixá ferve o seu sangue no momento de batalha e lutará à sua frente com todas as suas forças.

Dia de Ogum O dia de comemoração a Ogum é em 23 de abril, data em que são Jorge foi degolado ao defender os cristãos em Roma. O dia específico para esse Orixá é terça-feira, as cores de Ogum são azul-escuro e verde. Em algumas qualidades também aparece com uso do vermelho.

  • As características dos filhos(as) de Ogum: Irritam-se facilmente; São muitos festeiros; Não se fixam em um lugar só; Tipo físico forte e musculoso – Embora essas características não se definam a todos – ; No amor são egoístas; São Valentes, Objetivos e Corajosos; Dão muito valor à liberdade; Têm raciocínio lógico e rápido; São Impulsivos; e na saúde desenvolvem problemas por causa dos nervos.
  • Como cuidar do Orixá Ogum?
  • O senhor que rege as leis prefere velas brancas, azuis ou vermelhas, cerveja, vinho licoroso e flores (em especial cravos) que devem ser colocados em campos, caminhos e encruzilhadas.

Ficou curioso, quer saber mais, aprender mais? Procure a Mãe e Cigana Lira. ■ Mãe e Cigana Lira Tem 46 anos de espiritualidade. Tem o propósito de ajudar e orientar a todos que precisarem.

  1. E-mail: [email protected]
  2. YouTube: Espaço Místico Cigana Lira
  3. TikTok: @ciganalira
  4. @espacomistico
  5. Instagram: @ciganalira

: A espiritualidade dos filhos de OGUM – Agência Incomparáveis

Qual o grito de Ogum?

Ogum iê! É com essa saudação, praticamente um grito de guerra que recebemos o Orixá Ogum.

Quem acompanha Ogum?

Falanges Ogum São falangeiros de Ogum vibrando com a irradiação de outros Orixás que entregam uma característica cada um. Ogum Matinata : É a linha mais pura de Ogum, sendo chamado por Ogum Guerreiro. Este falangeiro vibra originalmente na linha de Ogum sem cruzamentos.

Defende os campos onde são feitas as oferendas para Oxalá, bastante comuns em colinas floridas. Não há muitos médiuns que conseguem tê-lo como Guia, pois é bastante difícil de incorporar. Suas cores são branca e vermelha, predominando mais o branco. Suas oferendas devem ser entregues em campos com muitas flores.

Apesar de guardar as oferendas de Oxalá, não vibra diretamente com o mesmo. Ogum Beira-Mar : É ligado as praias de Iemanjá, conhecido como o Sentinela de Maria. Talvez seja o mais conhecido, pois muitos trabalham com as entidades desta falange, um motivo é que todos filhos de Ogum tem uma ligação direta com Iemanjá e a entidade que faz a ligação entre Ogum e Iemanjá, é Seu Beira-Mar.

  • Esse falangeiro toma conta das praias, onde há a arrebentação das ondas, é ele que encaminha os pedidos feitos a mãe Iemanjá, pois como bem sabemos Ogum mora no mar e é lá que Seu Beira-Mar trabalha.
  • Quando está em terra as entidades desta linha são sempre retas, com uma postura bem ereta, de peito inflado.

Sua cor vibratória é o Vermelho. Trabalha bem na beira doa mar, onde ele entrega os pedidos a Ogum Sete-Ondas que é um subordinado dele, depois esses pedidos são levados a Iemanjá. Ogum Beira-Mar, comanda muitas falanges como por exemplo: Ogum Sete-Ondas, Ogum Sete-Mares, Ogum Marinho entre outros.

  • Ogum de Lei (Ogum Delê): É intermediador de Ogum e Xangô.
  • Suas cores cabalísticas são branco, vermelho e amarelo.
  • Sua área de atuação é a entrada das pedreiras, pois nas pedras o intermediário de Ogum é, o “Ogum Guarda das Pedreiras”.
  • Quando o Orixá Ogum manifesta-se na defesa do reino de Xangô, encontramos o desdobramento chamado de Ogum de Lei, ou seja, combinação vibratória do Orixá Ogum com o Orixá Xangô.

Em nível de necessidade nossa de terra (ou terreiro) é quando Ogum atua na execução de justiça. É o Ogum da ponderação, ou seja, conquista/defesa através da ponderação, da estratégia. Ogum Yara : Ligado a Ibeji e Oxum, trabalha nas nascentes dos rios. Ogum Iara, também escrito Ogum Yara, é uma falange do Orixá Ogum, bem conhecida, trabalha como intermediador com a linha das crianças, sua cor vibratória é o azul escuro.

Alguns dizem ser da linha de Oxum, mas sua ligação é primordialmente com Ibeji. Trabalha na cachoeira e comanda Ogum Caiçara entre outros. Ogum Malê ou Malei: Ogum ligado a Oxalá, patrono das entidades do Oriente e de Cura, cuida de todos espíritos dos médicos astrais. A falange chefiada por este espirito é muito difícil de ver em terra, pois são espíritos muitos sutis que o médium precisa estar muito puro para entrar em contato.

O Povo Malei, foi um povo já extinto que vivia no deserto, parecido com os beduínos e até mesmo com os ciganos, eram nômades. O nome deste falangeiro provém de lá, pois os eguns que vibram nesta linha encarnaram em solos orientais, como a maiorias dos espiritos da linha de Oxalá.

  • São ótimos tarefeiros da cura, trabalhando na segurança e proteção de ritos de cura, cirurgias espirituais.
  • Guardam também os médicos astrais e os médiuns de cura.
  • Sempre que se pode deve-se saudar esta linha nos ritos de cura, pois são eles os grandes guardas e defensores astrais.
  • Ogum Megê : Serventia de Obaluaê, regula os Exus, trabalha muitas vezes dentro da Calunguinha.

É bem conhecido dentro dos caminhos da Umbanda. Até mesmo no candomblé essa nomenclatura é dada a uma qualidade do Orixá Ogum. O Senhor Megê trabalha na linha das Almas, isto é, fazendo um entrecruzamento com Obaluae, ele que comanda a energia de Ogum dentro da Calunguinha (Cemitério).

Ogum Megê que é o disciplinador das Almas insubmissas. Aplicando da lei sagrada nessas Almas. É importante ressaltar que sua governança é dentro da Calunguinha, pois fora dela o comando é de Ogum de Ronda. Suas cores vibratórias são três, Branco, Vermelho e Preto. Ogum Rompe-Mato : Ligado a Oxóssi, cuida das entradas das matas e florestas.

Senhor e comandante dos Caboclos de Ogum, Seu Rompe-Mato também é famoso. Suas falanges baixam em muitos terreiros. A maioria dos falangeiros de Ogum, se comportam de forma retida, costumam ficar parado num local, como se fosse um guarda de um palácio, mas os espíritos da falange de Seu Rompe-Mato é diferente, quase todos dançam e rodam o terreiro inteiro, alguns até bradam.

Talvez pela afinidade com a linha dos caboclos. Ele é intermediário entre o Orixá Ogum e Oxóssi, por isso também usa como cor vibratória além do branco e vermelho, o verde-mata. Seu campo de atuação é a entrada das matas, onde Oxóssi governa, Ogum Rompe-Mato guarda, ele está sempre na entrada de uma trilha, guardando os espíritos que lá habitam.

Não devemos confundir o Ogum Rompe-Mato com o Caboclo Rompe-Mato, um é o intermediador de Ogum e Oxóssi, já o Caboclo, é um espírito que trabalha na linha de Ogum, e faz sua entrega pra Oxóssi, um é falangeiro, outro é um Guia. Apesar de estas suas entidades trabalharem muito próximas, o médium normalmente que trabalha com um normalmente também trabalha com outro, porém em graus diferentes.

Ogum Sete-Espadas : Ligado a energia pura de Ogum, vibra com Ogum Matinata, usa uma espada na mão e outras seis cruzadas na capa, Usa vermelho e prata. Ogum 7 Espadas é um falangeiro do Orixa Ogum que baixa nos terreiros de umbanda sempre disposto a proteger seus filhos contra o mal com suas espadas.

Enviado de ogum, ou seja, um falangeiro de seu exército, àquele que vem sobre a qualidade de um 7 espadas defende 7 degraus de evolução na Lei da Guerra. Assim como os Xangôs 7 pedreiras ou o Caboclo 7 Flechas. Eles são os guardiões dos mistérios de seus domínios, porque vêm na Umbanda com uma irradiação pura do seu Orixá de origem.

  • Ogum Sete-Ondas : Vibra com Ogum Beira-Mar, trabalha nas ondas do mar,ligado a Iemanjá.
  • É o responsável por entregar as oferendas a Iemanjá, ele vem logo após a Ogum Beira-Mar, ou seja, se oferta algo a Iemanjá, Ogum autoriza a Ogum Beira-Mar a receber, e Ogum Beira-Mar faz a entrega a Ogum 7 Ondas para que esse entregue aos braços da linda Iemanjá.
You might be interested:  O Que Significa Sonhar Com Botijão De Gás

Caso Ogum não autorize, seus pedidos e sua oferenda não vão chegar a Iemanjá, e por esse motivo alguns pedidos feitos a ela não são realizados.

Ogum das Pedreiras : Guarda as pedreiras de Xangô de armadura dourada e penas marrons, vibra com Ogum de Lei quase não se desloca, grande executor não aceita ordens. Ogum Caiçara : Vibra com Ogum Yara, usa Vermelho e Azul bebê, se desloca pelo templo, cuida do fundo da foz dos Rios. Ogum do Oriente : Vibra com Ogum Malê, coms ligações arábes traz um turbante, vibra com as cores vemelho, branco e dourado.

Ogum de Ronda : Trabalha com Ogum Megê, trabalha nas entradas da Calunguinha, corre sua ronda a Meia-Noite. Usa Preto, Vermelho e Verde. Trás cruz de Malta no peito. Ogum das Matas : Usa Verde e Branco, são espíritos Indígenas, usam espadas e bradam muito.

Ogum Naruê : Seu nome significa “Aquele que é o primeiro a gerar valor”. Trabalhando diretamente na Linha das Almas, desmanchando a magia negra, controla as almas quibandeiras. Aceita suas oferendas com Ogum Megê ou, ainda, dentro ou fora dos cemitérios, nas cores branca e vermelha. Alguns incluem uma pedra-ímã nos itens a oferecer-lhe Existem outras falanges, como Ogum Nagô, Ogum Naruê, Ogum Malei, que também atuam fortemente na vibração da esquerda, são Oguns que tem como grande poder o feitiço e o exímio conhecimento da Quimbanda, raramente se manifestam, atuando somente nos bastidores.

Ogum Sete-Lanças : Ligado a Ogum Matinata e Sete-Espadas usa vermelho apenas, roda cruzando o terreiro. Ogum Sete-Mares : Ligado a Ogum Beira-Mar e Ogum Sete-Ondas, cuida dos Mares usa azul bem escuro e vermelho. Ogum de Ouro : Trabalha com Ogum de Lei e Ogum das Pedreiras, Usa Vermelho e Amarelo.

Vibra com Iansã. Ogum Menino : Vem com Ogum Yara e Ogum Caiçara trabalha nos lajeados e barrado de corais. Usa Vermelho e Azul. Ogum da Lua : vibra com Ogum Malê e Ogum do Oriente, trabalha nas vibrações lunares, nos campos abertos do Humaitá. Usa Vermelho e branco. Ogum Xoroquê : Trabalha com Ogum Megê e Ogum de Ronda vibra muito com Exu, ligado a Obaluaê também.

Usa Preto, Vermelho e Branco. Sem dúvidas é dentro do Povo de Ogum a entidade que mais chama atenção, por ser dúbia, ter dois lados, um lado ser Ogum e do outro ser Exu. Esta forma quer dizer não que o orixá tem duas faces e sim que trabalha em dois pólos energéticos tanto positivo como negativo.

Divindade masculina, figura que se repete em todas as formas mais conhecidas da mitologia universal. Ogum dos Rios : Trabalha com Ogum Rompe-Mato e Ogum das Matas usa verde Água e vermelho apesar do nome trabalha nas Pontes. Além desses ainda existem outros Oguns: Ogum da Estrada (Trabalha na estrada), Ogum Rompe Folha (Trabalha na Mata) Ogum Bandeira (Trabalha no Humaitá), Ogum Gererê (Ligado a Xangô).

SALVE MEU PAI OGUM E SEUS FALANGEIROS!!! OGUNHÊ, MEU PAI! : Falanges Ogum

Qual é o número de Ogum?

O número associado a Ogum é o sete, que ele divide com seu ir- mão, Exu.

Como pedir ajuda a Ogum?

Oração –

OGUM Rogai por Nós. Nunca ficará sem resposta àquele que nele crer Ogunhe meu Pai! Eu andarei vestido e armado com as armas de Ogum para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar. Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos.

Glorioso Ogum, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo. Que assim seja, amém!

Como são os filhos de Ogum no amor?

Filhos de Ogum no amor – No relacionamento, eles são pessoas que não se apegam a ninguém. Assim, costumam trocar sempre de parceiros até realmente encontrar seu grande amor. No entanto, costumam ser bastante egoístas quando se trata de assuntos do coração.

  • Quando se apaixonam por alguém, fazem de tudo para conquistá-lo, sem se importar se com isso irá magoar alguém.
  • Quando sentem seu coração bater mais forte, esquecem que tem um parceiro (ou que esse alguém tem um relacionamento).
  • Eles sentem que precisam conquistar e não desistem facilmente.
  • Adoram tomar a iniciativa na hora da conquista e sabem como usar o charme para atrair quem deseja.

Apesar de não se apegarem fácil e serem egoístas, eles até conseguem ser fieis a uma única pessoa. No entanto, para que isso aconteça, ele precisa estar totalmente envolvido com a outra pessoa. Quando amam de verdade, se entregam de corpo e alma. Amam quase que cegamente.

Como são os médiuns de Ogum?

Características da incorporação de Ogum – Pai Rodrigo Queiroz explica ao Blog, como se dá a manifestação de Ogum de forma prática em nosso corpo. Ele começa esclarecendo que cada Orixá, tem uma característica energética própria. Por isso, também, cada incorporação se difere em movimentos, sons e danças.

  • Todo esse complexo de símbolos, têm um sentido para acontecer.
  • Quando Ogum está em terra, seu magnetismo é assimilado por todo “os corpos” do médium.
  • Sendo eles, o corpo espiritual, emocional, mental e físico.
  • Pai Ogum é irradiador natural da ordem,
  • Sua energia é capaz de realinhar coisas que vão desde a estrutura celular biológica do ser até o aspecto emocional do indivíduo.

A esse Orixá, observamos características energéticas, muito peculiares. São essas características que darão a impressão de firmeza, rigidez, seriedade e trarão movimentos precisamente marcados à incorporação. Para médium mais leigo é só uma dança do ritual, mas isso é muito mais profundo.

Como pedir ajuda a Ogum?

Oração –

OGUM Rogai por Nós. Nunca ficará sem resposta àquele que nele crer Ogunhe meu Pai! Eu andarei vestido e armado com as armas de Ogum para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar. Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos.

Glorioso Ogum, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo. Que assim seja, amém!